Mdia B

  • Published on
    30-Oct-2014

  • View
    998

  • Download
    1

DESCRIPTION

Apresentao Midia B

Transcript

  • 1. Dezembro de 2010 Inteligncia e Tecnologia

2. Jornais e revistas MercadoComunicao Corportaiva Noticirio Web Telejornais Radiojornalismo Assessorias de Imprensa Agncias de Comunicao Mensurao e Anlise da Mdia Espontnea 3. MercadoMensurao de Resultados Valorao(Mtodo Quantitativo) Verifica-se, em reais, qual foi o montante alcanado pela veiculao com a marca. Para isso, multiplica-se a rea, em cm 2 . pela tabela cheia de publicidade. Entrevistas com jornalistas(Mtodo Qualitativo) Tentativa de se criar um indicador de tendncias com base no grau de conhecimento dos jornalistas em relao s empresas. Ponderao(Mtodo Quantitativo) Atribuio de pontos notcia de acordo com a importncia dada pela mdia. Veremos mais detalhadamente a seguir. Anlise de contedos(Mtodo Qualitativo) Atribuio de pontos notcia de acordo com a importncia dada pela mdia. Veremos mais detalhadamente a seguir. 4. Ponderao e Anlise Audincia da Mdia Espontnea 5. PonderaoBase Terica Walter Lippmann Public Opinion , c. 1920 Pioneiro na discusso sobre a interferncia da imprensa na formao da opinio pblica. Harold Laswell Mass media , c. 1930 Teria Hipodrmica : toda resposta corresponde um estmulo (behaiviorismo).Paul Lazarsfeld Peoples choice , c. 1940 Modelo Two Step Flow da propagao da informao:a eficcia da notcia depende da credibilidade do comunicador, que tem o poder de sensibilizar os seus receptores. Maxwell McCombs Agenda Setting , 1968 Estudo mostra que a mdia determina a pauta para a opinio pblica ao destacar determinados temas e preterir, ofuscar ou ignorar outros tantos. Wright Mills Cada elemento do pblico pessoal e diretamente atingido pela mensagem. Cada indivduo um tomo isolado que reage isoladamente s ordens e s sugestes dos meios de comunicao de massa.Anlisar os contedos da mda corretamentepermite saber o que a Opinio Pblica pensa. Bernard Cohen "Na maior parte do tempo,[a imprensa] pode no terxito em dizer aos leitores o que pensar, mas espantosamente exitosa em dizer aos leitoressobreo que pensar.Escola Funcionalista 6. PonderaoCritrios Circulao O primeiro critrio de ponderao pontua os veculos de acordo com a circulao e nmero de leitores.Segundo esse critrioFolha de S.Paulo -SP pontua mais queO Globo -RJ, por exemplo. Folha de S.Paulo* Ciruculao:315.120 (mdia) N Leitores:1.498.000 O Globo* Ciruculao:285.124 (mdia) N Leitores:671.000 *Informaes referentes a outubro de 2009. 7. PonderaoCritrios Credibilidade O Globo* Ciruculao:285.124 (mdia) N Leitores:671.000 Extra* Ciruculao:308.756 (mdia) N Leitores:1.164.000 Alm da circulao, levada em conta tambm a credibilidade do veculo. Neste sentido, os veculos so pontuados de acordo com a relao entre assinaturas e venda avulsa. Por este critrio,O Globo -RJ, que tem boa parte da sua tiragem vendida antecipadamente por assinaturas, pontua bem mais que oExtra -RJ, cujas vendas so quase que exclusivamente feitas em banca a cada edio. Se considerssemos apenas o critrio de circulao, oExtra -RJ ponderaria mais do queO Globo -RJ.*Informaes referentes a outubro de 2009. 8. PonderaoCritrios Espao editorial O Estado de S. Paulo Capa O Estado de S. Paulo Capa de Caderno Alm das ponderaes referentes ao peso dos veculos, tambm levado em conta em que pgina a notcia foi publicada de acordo com os dnices de leitura de cada espao editorial.Dessa forma, uma nota ou matria na primeira pgina do jornal pontua bem mais do que se ela tivesse sido publicada em uma capa de caderno, que por sua vez pontua mais do que no miolo. O Estado de S. Paulo Pginas internas 9. PonderaoCritrios Estrutura da notcia Tambm de acordo com os ndices de leitura, aparecer em foto ou ilustrao pondera mais do que figurar no ttulo, que conta mais do que o texto da reportagem. A composio destes quatro critrios gera um fator de ponderao que multiplicado pela rea ocupada na publicao (centimetragem quadrada), resultando na pontuao ponderada. Foto Ttulo Texto 10. cm p cm 2 Audincia Credibilidade Localizao no espao editorial Estrutura da notcia PonderaoPontos de Audincia Centmetros Quadradosde notcia Pontos Ponderados de notcia OPonto Ponderado(cmP) representa aAudinciada mdia espontnea.Ser valor o resultado preciso do impacto da notcia e seualcance . 11. ProdutosMdia B 12. Com base nos resultados ponderados feita a anlise dos contedos publicados. As anlises de contedo so dirigidas s necessidades especficas de cada cliente. Acompanhar o relacionamento com a imprensa, elaborar estratgias de comnicao, avaliar a reputao ou a presena das marcas na mdia espontnea so algumas das funcionalidades da Auditoria. Anlise de Imagem Monitoramento Auditoria de Imagem Pesquisas temticas 13. Auditoria de Imagem

  • Ita lder isolado em Responsabilidade Social. Em Institucional, fica um pouco frente do Bradesco.
  • Santander tem a melhor exposio em Cartes.
  • BB lidera com folga nas demais reas.
  • Crdito Imobilirio, oferta de aes e crdito para micro e pequenas empresas so os destaques do BB.
  • Executivos do Ita discutem atuao do BCem ano eleitoral.
  • Ita Cultural e Fundao Ita Social ocupam espaos nobres na imprensa.
  • Lucro do Bradesco e Trabuco entre as 100 personalidades mais influentes ( Isto ) elevam exposio do banco.

Ita tem a exposio mais positiva entre os primeiros colocados Ita e Bradesco dividem quadrante. Ita tem melhor Cotao. JANEIRO 2010 +10 +5 0 -5 -10 Qualidade* O cmP (centmetro ponderado) o resultado preciso da importncia da notcia por seu alcance. O clculo da cmP considera a circulao do veculo, a data da publicao, a localizao editorial da matria e a sua estrutura. Alcance (cmP) 14. Auditoria de Imagem JANEIRO 2010 Edmar Bacha e Ilan Goldfajn refletem sobre a atuao do BC em ano eleitoral. Ita estuda participao no RBS e Lloyds. Ocupaes e artigo de Mil Villela representam 1/3 de Institucional. Lucro do Bradesco cresce 5%. Luiz Carlos Trabuco aparece entre as 100 personalidades mais influentes naIsto . Crdito imobilirio do BB destacado em jornais cariocas. Matrias sobre o banco so ilustradas com foto das agncias. Executivos da Ita Corretora do depoimentos aoValor e O Globo . Oferta global de aes do BB gera forte repercusso. Folhapublica matria altamente negativa sobre Bradesco Sade. Aumento da participao do BB na Brasilcap, e associao com Icatu gera volume positivo para o banco. Fundao Ita Social ocupa espaos nobres na imprensa. Exposio 100% positiva Edmar Bacha destaque em Mercado Aberto ( Folha de S.Paulo ). BB: Crdito para micro e pequenas empresas e portal de comrcio exterior so os principais assuntos da rea. BB o mais negativo com foto de cliente insatisfeito em O Globo. Santander tem o melhor desempenho devido a parceria com GetNet para entrada no mercado de processamento. Ita Unibanco: Cotao negativa na rea. 15. ProdutosAnlise de Exposio 16. As informaes provenientes de nossas anlises apresentam resultados consistentes em ganhos de visibilidade junto ao noticirio. Tambm durante crises possivel reagir com prontido. No longo prazo, preciso contar com um bom plano de mdia para se atingir metas audaciosas. Nosso know-how nos credencia a elaborar os melhores planos de mdia espontnea do mercado e dar toda assitncia aos gestores da Comunicao. ProdutosPlano de Mdia 17. Os rankings semanais e mensais que medem a presena de celebridades da TV no noticirio impresso tm espao cativo na coluna de Daniel Castro. Alm do protalR7 , os resultados circulam por diveros veculos de Web, em blogs e no Twitter. A repercusso atinge grandes jornais e revistas do pas, rendendo citaes em matrias e colunas na imprensa. Os agentes ou os artistas interessados podem adquirirreports detalhados sobre seus focos de interesse, alm de terem acesso on line aos resultados e s matrias da pesquisa. ProdutosMdia Casting 18. Quanto vale aparecer bem no noticirio? possvel comparar a presena na imprensaversusna publicidade? Esses so alguns dos desafios a serem enfrentados para se poder elaborar um parecer a respeito de retorno de imagem na imprensa. Nosso mtodo de ponderao nos permite estabelecer uma boa base de comparao por estar ancorada no alcance das informaes publicadas. Os resultados, apresentados em pontos de audincia ou em moeda corrente, oferecem aos nossos clientes um parmetro justo para avaliar o valor de sua presena na mdia espontnea. ProdutosRetorno de Patrocnio 19. Muitas das pesquisas desenvolvidas pela Mdia B so de interesse da imprensa, o que pode ser revertido ao cliente como um bom marketing institucional. MarketingRetorno de Patrocnio Revista VejaColuna Radar Lauro Jardim 01/09/2010 20. Grandes pesquisas, relevantes do ponto de vista da pauta da mdia trazem grande visibilidade empresa, reforando sua imagem institucional; Contribui com informaes inditas sobre a cobertura jornalstica e avalia comparativamente os diversos Setores da economia sob um aspecto em comum; Repercute no mercado da comunicao, no meio acadmico e, cada dia mais, de interesse dos investidores: Edio 2011 deve contar com o patrocnio da Bovespa; ProdutoPesquisas Temticas 21. Grandes pesquisas, relevantes do ponto de vista da pauta da mdia trazem grande visibilidade empresa, reforando sua imagem institucional; Contribui com informaes inditas sobre a cobertura jornalstica e avalia comparativamente os diversos Setores da economia sob um aspecto em comum; Prospeco junto s empresas envolvidas; Repercute no mercado da comunicao, no meio acadmico e, cada dia mais, de interesse dos investidores: Edio 2011 deve contar com o patrocnio da Bovespa; MarketingPesquisas Temticas Revista Brasil Sustentvel 22. ProdutosModelos de Relatrios 23. 24. 25.