empresa familiar e sucesso Barometro AEP Efconsulting 2014 05 22 3Rs

  • Published on
    28-Nov-2014

  • View
    211

  • Download
    0

DESCRIPTION

Apresentao dos 3Rs: Realidade, Resistncia e Responsabilidade da sucesso nas empresas, com relevo para as familiares

Transcript

  • 1. 3R - Realidades, Resistncias e Responsabilidades Porto, 22 de maio de 2014 Museu do Vinho do Porto antnio nogueira da costa ajncosta@gmail.com antonio.costa@efconsulting.es www.efconsulting.pt
  • 2. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt Realidades Responsabilidades Resistncias
  • 3. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt Uma crise do mercado do champanhe, no ano 2000, fez com que a empresa familiar Novacortia, SA vendesse menos discos de cortia natural e acumulasse em stock muita cortia de boa qualidade. Realidades
  • 4. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt Sandra Correia, com a sua viso e capacidade de sonhar, idealizou uma forma de levar a cortia mais alm e de a tornar a essncia de uma marca prpria de acessrios de moda, exclusivos, inovadores, nicos, inspiradores. Em 2003 deu a conhecer ao mundo a sua primeira criao, um guarda-chuva totalmente produzido em pele de cortia. Em 2011, foi nomeada Melhor Empresria da Europa, prmio atribudo pelo Parlamento Europeu e Conselho Europeu das Mulheres Empresrias. Em 2013 recebeu um presente muito especial: foi convidada pelo Departamento de Estado americano para participar no programa A New Beginning: Entrepreneurship and Business Innovation, que decorre nos EUA e que dirigido a empreendedores de alto rendimento de todo o mundo. Onze anos aps o seu nascimento, a Pelcor est presente em vrios pases europeus, Japo, China e Nova Iorque. Resistncias
  • 5. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt Um dos desafios da Sandra a criao de uma representao em Portugal da Entrepreneurs Organization (EO), a organizao de empresrios americanos que executou o programa A New Beginning. Nos EUA, o esprito empreendedor, fundamental para o sucesso dos negcios, igualmente aplicado na rea social. O trabalho dos empreendedores sociais passa por encontrar novas solues para os problemas que afetam pessoas e comunidades carenciadas ou vulnerveis, envolvendo-as na soluo e promovendo, ao mesmo tempo, a sua incluso e o desenvolvimento econmico e social. Responsabilidades
  • 6. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt A evoluo da Empresa Famlia Patrimnio Empresa Tempo Expectativas: MultiplicidadeeComplexidade Nascimento
  • 7. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt A Sobrevivnvia das Empresas Nacionais Fonte: INE, Demografia das Empresas 2004-2007 70% 19% 7% 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80% 90% 100% 1 2 3 Anos Mortalidade Sobrevivncia Realidades
  • 8. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt A Sobrevivnvia das Empresas Nacionais Fonte: INE, Estatsticas da Empresas em Portugal - 2011 Realidades 12,3% 17,3% 49,0% 0% 5% 10% 15% 20% 25% 30% 35% 40% 45% 50% Natalidade 2011 Mortalidade 2010 Sobrevivncia a 2 anos (2009-2011) 51%
  • 9. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt Taxa mortalidade empresas na UE 3,3 X
  • 10. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt Taxa mortalidade empresas na UE 2,6 X
  • 11. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt Taxa mortalidade empresas na UE 2,2 X
  • 12. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt Taxa mortalidade empresas na UE 1,5 X
  • 13. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt 13 ... dentro de qualquer negcio, existe algum enlouquecendo aos poucos. Empresrio Joseph Heller, Escritor (01/05/1923-12/12/1999)
  • 14. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt A evoluo da Empresa Famlia Patrimnio Empresa Tempo Expectativas: MultiplicidadeeComplexidade Nascimento Famlia Empresa Patrimnio Crescimento Empresa Fonte: O Protocolo Familiar como arma anticonflito, Antnio Nogueira da Costa, Revista Exame; dezembro 2012
  • 15. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt Empresas de Elevado Crescimento Fonte: INE, Empresas de Elevado Crescimento, 2011 Realidades 45.750 1.265 0 10.000 20.000 30.000 40.000 50.000 Empresas com +10 pessoas remuneradas Total (2011) (2,8%) +10 pessoas ao servio remuneradas +20% crescimento mdio anual (pessoas ou volume negcios) perodo 3 anos
  • 16. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt Crescimento da Empresa Mercado Recursos (Financeiros, Pessoas, ) Pessoais Risco Controlo Famlia Resistncias
  • 17. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt A evoluo da Empresa Familiar Famlia Patrimnio Empresa Tempo Expectativas: MultiplicidadeeComplexidade Nascimento Famlia Empresa Patrimnio Crescimento Empresa Patrimnio Famlia Empresa Crescimento Famlia Fonte: O Protocolo Familiar como arma anticonflito, Antnio Nogueira da Costa, Revista Exame; dezembro 2012
  • 18. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt Famlia Exigncia Recursos Tempo Realidades
  • 19. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt Famlia vs Empresa Dilema da prioridade Presses Trabalhar Funes Utilizao Resistncias
  • 20. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt Stakeholders Empresa Acionistas Famlia Responsabilidades
  • 21. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt A evoluo da Empresa Famlia Patrimnio Empresa Tempo Expectativas: MultiplicidadeeComplexidade Nascimento Famlia Empresa Patrimnio Crescimento Empresa Patrimnio Famlia Empresa Crescimento Famlia Famlia Empresa Patrimnio Imploso Fonte: O Protocolo Familiar como arma anticonflito, Antnio Nogueira da Costa, Revista Exame; dezembro 2012
  • 22. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt 22 um tero dos empresrios da Unio Europeia abandonar a actividade nos prximos dez anos. este abandono afectar anualmente 690 000 PME e 2,8 milhes de empregos anualmente. Fonte: Transmisso de empresas Continuidade pela renovao Bruxelas, 14.03.2006, COM(2006) 117 final Sucesso
  • 23. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt Sucesso Considero que as pessoas vo melhorando com a idade em conhecimento, mas vo perdendo em energia e em capacidade de realizao. E h que ter a lucidez suficiente para perceber isso e abandonar a tempo, porque seno arrasta consigo as coisas que realizou. penso que necessrio chegar a uma certa altura e cortar, dar uma nova vida empresa. O ideal contribuir com a sua experincia e no com a sua actividade, com o seu conselho e no com a sua aco. Fonte: Revista exame n 295, Adolfo Roque Senhor Revigrs, 11/2008 Adolfo Roque, Empresrio (19/11/1934-22/09/2008)
  • 24. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt Sucesso Sabe quantos anos eu vou fazer no dia 25 de Junho? 70, salvo erro. 70, exactamente. Portanto, esta casa vai precisar de uma equipa inteligente, vigorosa, enrgica para seguir em frente dentro daquilo que a unio bancria europeia. Quando que vai deixar de ocupar funes executivas no BES? No vou especular sobre isso. Estou no meu mandato. H um plano? No h um plano especfico. H um calendrio? No sei. Vamos ver. Vamos esperar pelo aumento de capital. Fonte: Jornal de Negcios, Entrevista a Ricardo Salgado, 2015/05/22 Ricardo Salgado, Banqueiro (25/06/1944)
  • 25. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt Sucesso Inevitvel Vai acontecer Planear Controlar ou China (de tamancos a tamancos em 3 geraes) Realidades
  • 26. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt Sucesso Envolvidos Sucessores Preparar Assumir Coexistir Sucedido Passar testemunho Novas funes Resistncias
  • 27. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt Sucesso Transio Lderes Acionistas Famlia Associaes Governo Responsabilidades
  • 28. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt Transio "J me retirei substancialmente dos negcios, fiz a transio e no h transio nos negcios sem deixar espao para ser ocupado." Fonte: Interveno no almoo organizado pela Cmara de Comrcio e Indstria Luso-Espanhola, Lisboa, 2015/05/14 Belmiro de Azevedo, Empresrio (17/02/1938)
  • 29. www.efconsulting.pt www.efconsulting.pt Assegurar a Sucesso Obrigao do Lder De todos os envolvidos Assegurar a continuidade Realidade Responsabilidade Resistncia
  • 30. 3R - Realidades, Resistncias e Responsabilidades Porto, 22 de maio de 2014 Museu do Vinho do Porto antnio nogueira da costa ajncosta@gmail.com antonio.costa@efconsulting.es www.efconsulting.pt Obrigado.

Recommended

View more >