• 1. LEITURA DIÁRIA Segunda - Pv 22.6 Ensinando às crianças Terça - At 8.30,31 O ensino da Palavra de DEUS Quarta - Rm 12.7 O ensino requer dedicação Quinta - Sl 119.105 A palavra de DEUS é vital Sexta - Jr 32.33 O desprezo com o ensino Sábado - 1 Co 4.17 Ensinando em cada igreja LEITURA BÍBLICA EM CLASSE - Neemias 8.1-7 1 E chegado o sétimo mês, e estando os filhos de Israel nas suas cidades, todo o povo se ajuntou como um só homem, na praça, diante da Porta das Águas; e disseram a Esdras, o escriba, que trouxesse o livro da Lei de Moisés, que o SENHOR tinha ordenado a Israel. 2 E Esdras, o sacerdote, trouxe a Lei perante a congregação, assim de homens como de mulheres e de todos os entendidos para ouvirem, no primeiro dia do sétimo mês. 3 E leu nela, diante da praça, que está diante da Porta das Águas, desde a alva até ao meio-dia, perante homens, e mulheres, e entendidos; e os ouvidos de todo o povo estavam atentos ao livro da Lei. 4 E Esdras, o escriba, estava sobre um púlpito de madeira, que fizeram para aquele fim; e estavam em pé junto a ele, à sua mão direita, Matitias, e Sema, e Anaías, e Urias, e Hilquias, e Maaséias; e à sua mão esquerda, Pedaías, e Misael, e Malquias, e Hasum, e Hasbadana, e Zacarias, e Mesulão. 5 E Esdras abriu o livro perante os olhos de todo o povo; porque estava acima de todo o povo; e, abrindo-o ele, todo o povo se pôs em pé. 6 E Esdras louvou o SENHOR, o grande DEUS; e todo o povo respondeu: Amém! Amém!?, levantando as mãos; e inclinaram-se e adoraram o SENHOR, com o rosto em terra. 7 E Jesua, e Bani, e Serebias, e Jamim, e Acube, e Sabetai, e Hodias, e Maaséias, e Quelita, e Azarias, e Jozabade, e Hanã, e Pelaías, e os levitas ensinavam ao povo na Lei; e o povo estava no seu posto. 8.1 TODO O POVO SE AJUNTOU. Os caps. 8-10 descrevem um dos maiores avivamentos do AT e apontam vários princípios fundamentais para um avivamento e renovação espirituais. O avivamento e a renovação, procedem exclusivamente de DEUS. Os instrumentos que o propiciam são: a Palavra de DEUS (vv. 1-8), a oração (v. 6), a confissão de pecados (cap. 9), um coração quebrantado e contrito (v. 9), renúncia às práticas pecaminosas da sociedade contemporânea (9.2) e renovação do compromisso de andar segundo a vontade de DEUS e de fazer da Palavra de DEUS o nosso viver (10.29). 8.3 ESTAVAM ATENTOS AO LIVRO DA LEI. O avivamento teve início mediante um autêntico retorno à Palavra de DEUS e um esforço decisivo para a compreensão da sua mensagem (v. 8). Durante sete dias, seis horas por dia, Esdras leu o livro da lei (vv. 3,18). Uma das principais evidências de um avivamento bíblico entre o povo de DEUS é a grande fome de ouvir e ler a Palavra de DEUS. 8.6 INCLINARAM-SE E ADORARAM O SENHOR. Este capítulo da Bíblia descreve um dos maiores cultos de adoração ao Senhor, de todos os tempos. DEUS deseja a adoração do seu povo e o conclama a adorá-lo continuamente (cf. Sl 29.2; 96.9). 8.7 ENSINAVAM AO POVO NA LEI. Por meio de Esdras e dos levitas, vemos o que deve acontecer sempre que a Palavra de DEUS for ministrada aos fiéis. Muitos dos que voltaram do exílio, já não entendiam o hebraico, uma vez que o seu idioma era agora o aramaico. Por isso, quando as Escrituras eram lidas em hebraico, um grupo de homens dedicados fazia a interpretação para o aramaico, de tal maneira que os fiéis pudessem compreendê-las a aplicálas à sua vida. Deste modo, o povo se regozijou "porque entenderam as palavras que lhes fizeram saber" (v. 12). A Palavra como revelação divina, o arrependimento, o avivamento espiritual e a alegria estão todos potencialmente presentes; eles serão desencadeados pelo ESPÍRITO SANTO, através de mensageiros ungidos que proclamem a Palavra de DEUS, com clareza, poder e convicção. RESUMO RÁPIDO I. A ORIGEM DA ESCOLA DOMINICAL 1. Raízes bíblicas da Escola Dominical. DEUS manda Moisés escrever suas palavras, ler perante o povo, ensinar ao povo e ordena que haja ensino em casa de cada um, por parte dos pais, aos filhos.
  • 2. 2. A origem da Escola Dominical. Com esse nome e organização de hoje nasceu em 1780, criada por Robert Raikes em Gloucester, Inglaterra. No Brasil, ela foi fundada em 21 de Julho de 1855 pelo casal de missionários escoceses, Robert e Sarah Kalley. a) O projeto. Raikes organiza professores voluntários e para ensinarem Gramática, Matemática e Bíblia aos meninos de rua. b) Semeando lições de vida. Em 4 anos já haviam 250 mil alunos na Inglaterra. Havia mudança comprovada de caráter e de atitude nos alunos. 3. O que é Escola Dominical. É uma escola que ministra o ensino da Palavra de DEUS de forma acessível a todos os alunos - desde o berçário aos adultos - contemplando todas as faixas etárias. II. FINALIDADES DA ESCOLA DOMINICAL 1. Auxiliar no ensino das Escrituras. Ajuda a educação dada pelos pais, em casa, resolvendo as questões mais difíceis do aprendizado. 2. Auxiliar na evangelização. É um ótimo veículo de evangelização, desde que orientado pelos professores e dirigentes da mesma. Deve-se praticar evangelismo após as aulas de EBD, convidando pessoas que não são ainda salvas para comparecerem à igreja e à EBD. 3. Auxiliar no discipulado. Ótimo meio de discipulado, principalmente na classe de discipulado, sempre visitada pelo pastor da igreja. III. A ESCOLA DOMINICAL FORTALECE A FAMÍLIA 1. As crianças são bem instruídas. Personalidade humana é definida até aos sete anos."Instrui o menino no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele". 2. A juventude é prevenida contra o pecado. Nossos jovens devem freqüentar assiduamente a Escola Dominical, pois aqui são alertados contra todos os males tão característicos de uma sociedade sem DEUS aprendidos hoje nos colégios, na TV e na Internet. 3. Os adultos frutificam. Adultos que não tiveram base bíblica antes, agora são novos convertidos e precisam de ajuda.
    Please download to view
  • All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
    ...

    Leitura diária EBD infantil

    by shirley-militao

    on

    Report

    Category:

    Education

    Download: 0

    Comment: 0

    88

    views

    Comments

    Description

    Download Leitura diária EBD infantil

    Transcript

  • 1. LEITURA DIÁRIA Segunda - Pv 22.6 Ensinando às crianças Terça - At 8.30,31 O ensino da Palavra de DEUS Quarta - Rm 12.7 O ensino requer dedicação Quinta - Sl 119.105 A palavra de DEUS é vital Sexta - Jr 32.33 O desprezo com o ensino Sábado - 1 Co 4.17 Ensinando em cada igreja LEITURA BÍBLICA EM CLASSE - Neemias 8.1-7 1 E chegado o sétimo mês, e estando os filhos de Israel nas suas cidades, todo o povo se ajuntou como um só homem, na praça, diante da Porta das Águas; e disseram a Esdras, o escriba, que trouxesse o livro da Lei de Moisés, que o SENHOR tinha ordenado a Israel. 2 E Esdras, o sacerdote, trouxe a Lei perante a congregação, assim de homens como de mulheres e de todos os entendidos para ouvirem, no primeiro dia do sétimo mês. 3 E leu nela, diante da praça, que está diante da Porta das Águas, desde a alva até ao meio-dia, perante homens, e mulheres, e entendidos; e os ouvidos de todo o povo estavam atentos ao livro da Lei. 4 E Esdras, o escriba, estava sobre um púlpito de madeira, que fizeram para aquele fim; e estavam em pé junto a ele, à sua mão direita, Matitias, e Sema, e Anaías, e Urias, e Hilquias, e Maaséias; e à sua mão esquerda, Pedaías, e Misael, e Malquias, e Hasum, e Hasbadana, e Zacarias, e Mesulão. 5 E Esdras abriu o livro perante os olhos de todo o povo; porque estava acima de todo o povo; e, abrindo-o ele, todo o povo se pôs em pé. 6 E Esdras louvou o SENHOR, o grande DEUS; e todo o povo respondeu: Amém! Amém!?, levantando as mãos; e inclinaram-se e adoraram o SENHOR, com o rosto em terra. 7 E Jesua, e Bani, e Serebias, e Jamim, e Acube, e Sabetai, e Hodias, e Maaséias, e Quelita, e Azarias, e Jozabade, e Hanã, e Pelaías, e os levitas ensinavam ao povo na Lei; e o povo estava no seu posto. 8.1 TODO O POVO SE AJUNTOU. Os caps. 8-10 descrevem um dos maiores avivamentos do AT e apontam vários princípios fundamentais para um avivamento e renovação espirituais. O avivamento e a renovação, procedem exclusivamente de DEUS. Os instrumentos que o propiciam são: a Palavra de DEUS (vv. 1-8), a oração (v. 6), a confissão de pecados (cap. 9), um coração quebrantado e contrito (v. 9), renúncia às práticas pecaminosas da sociedade contemporânea (9.2) e renovação do compromisso de andar segundo a vontade de DEUS e de fazer da Palavra de DEUS o nosso viver (10.29). 8.3 ESTAVAM ATENTOS AO LIVRO DA LEI. O avivamento teve início mediante um autêntico retorno à Palavra de DEUS e um esforço decisivo para a compreensão da sua mensagem (v. 8). Durante sete dias, seis horas por dia, Esdras leu o livro da lei (vv. 3,18). Uma das principais evidências de um avivamento bíblico entre o povo de DEUS é a grande fome de ouvir e ler a Palavra de DEUS. 8.6 INCLINARAM-SE E ADORARAM O SENHOR. Este capítulo da Bíblia descreve um dos maiores cultos de adoração ao Senhor, de todos os tempos. DEUS deseja a adoração do seu povo e o conclama a adorá-lo continuamente (cf. Sl 29.2; 96.9). 8.7 ENSINAVAM AO POVO NA LEI. Por meio de Esdras e dos levitas, vemos o que deve acontecer sempre que a Palavra de DEUS for ministrada aos fiéis. Muitos dos que voltaram do exílio, já não entendiam o hebraico, uma vez que o seu idioma era agora o aramaico. Por isso, quando as Escrituras eram lidas em hebraico, um grupo de homens dedicados fazia a interpretação para o aramaico, de tal maneira que os fiéis pudessem compreendê-las a aplicálas à sua vida. Deste modo, o povo se regozijou "porque entenderam as palavras que lhes fizeram saber" (v. 12). A Palavra como revelação divina, o arrependimento, o avivamento espiritual e a alegria estão todos potencialmente presentes; eles serão desencadeados pelo ESPÍRITO SANTO, através de mensageiros ungidos que proclamem a Palavra de DEUS, com clareza, poder e convicção. RESUMO RÁPIDO I. A ORIGEM DA ESCOLA DOMINICAL 1. Raízes bíblicas da Escola Dominical. DEUS manda Moisés escrever suas palavras, ler perante o povo, ensinar ao povo e ordena que haja ensino em casa de cada um, por parte dos pais, aos filhos.
  • 2. 2. A origem da Escola Dominical. Com esse nome e organização de hoje nasceu em 1780, criada por Robert Raikes em Gloucester, Inglaterra. No Brasil, ela foi fundada em 21 de Julho de 1855 pelo casal de missionários escoceses, Robert e Sarah Kalley. a) O projeto. Raikes organiza professores voluntários e para ensinarem Gramática, Matemática e Bíblia aos meninos de rua. b) Semeando lições de vida. Em 4 anos já haviam 250 mil alunos na Inglaterra. Havia mudança comprovada de caráter e de atitude nos alunos. 3. O que é Escola Dominical. É uma escola que ministra o ensino da Palavra de DEUS de forma acessível a todos os alunos - desde o berçário aos adultos - contemplando todas as faixas etárias. II. FINALIDADES DA ESCOLA DOMINICAL 1. Auxiliar no ensino das Escrituras. Ajuda a educação dada pelos pais, em casa, resolvendo as questões mais difíceis do aprendizado. 2. Auxiliar na evangelização. É um ótimo veículo de evangelização, desde que orientado pelos professores e dirigentes da mesma. Deve-se praticar evangelismo após as aulas de EBD, convidando pessoas que não são ainda salvas para comparecerem à igreja e à EBD. 3. Auxiliar no discipulado. Ótimo meio de discipulado, principalmente na classe de discipulado, sempre visitada pelo pastor da igreja. III. A ESCOLA DOMINICAL FORTALECE A FAMÍLIA 1. As crianças são bem instruídas. Personalidade humana é definida até aos sete anos."Instrui o menino no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele". 2. A juventude é prevenida contra o pecado. Nossos jovens devem freqüentar assiduamente a Escola Dominical, pois aqui são alertados contra todos os males tão característicos de uma sociedade sem DEUS aprendidos hoje nos colégios, na TV e na Internet. 3. Os adultos frutificam. Adultos que não tiveram base bíblica antes, agora são novos convertidos e precisam de ajuda.
  • Fly UP