...

Expandindo a qualidade da educação pública de minas gerais

by eunice-mendes-de-oliveira

on

Report

Category:

Education

Download: 0

Comment: 0

440,137

views

Comments

Description

QUALIDADE EM EDUCAÇÃO MINAS GERAIS
Download Expandindo a qualidade da educação pública de minas gerais

Transcript

  • 1. Expandindo a Qualidade da Educação Pública de Minas Gerais: o Programa de Intervenção Pedagógica / Alfabetização no Tempo Certo nas redes municipais de ensino Estrutura e modelo de governança Belo Horizonte, 15 de Janeiro de 2013 Lançamento Oficial do PIP / Municipal Relatório da atividade “Definição do modelo de governança do 18 a 22 e 25 a 27 de março de 2013 programa, especialmente a estrutura e a hierarquia de funcionamento no âmbito municipal e no suporte pelo estado”, 06 Polos Regionais referente ao contrato de prestação de serviços técnicos celebrados entre FUNDEP e McKinsey & Company.Secretaria de Estado de Educação Subsecretaria de Desenvolvimento da Educação Básica Superintendência de Desenvolvimento da Educação Infantil e Fundamental
  • 2. “Nada lhe posso dar que não exista em você mesmo. Não posso abrir-lhe outro mundo de imagens, além daquele que há em sua própria alma. Nada posso lhe dar a não ser a oportunidade, o impulso, a chave. Eu o ajudarei a tornar visível o seu próprio mundo, e isso é tudo.” 2
  • 3. O MUNDO PÓS-MODERNO Implosão de princípios ético sismoAteísmoz Neonao de igmas ta ç ã de parad gm e r e s Crise F ra a l o v Tecnologia o Corrupçã Fundamentalismo Implosão dos Drogas grandes sistem as BullyingConsumismo Crise nas famílias Intole Violência rância é t i ca ra árabe Primave3
  • 4. OS NOVOS PARADIGMAS SOCIEDADE, na sua história: “Locus” da vida, das tramas sociais, dos encontros e desencontros SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA: movimenta-se: . na continuidade e descontinuidade . na universalização e na fragmentação . no entrelaçamento e na rupturaSurgimento de novos PARADGIMAS 4
  • 5. O que é um PARADIGMA? “É um conceito que está referendado a modelo, tipo exemplar e que, a partir de um momento da história da humanidade, pressupõe o conceito de aceitação.” MarcondesA CRISE DE Paradigmas leva à mudança de paradigmas: mudança de visão de mundomudança conceitual insatisfação com os modelos predominantesbusca de novas alternativas5
  • 6. “Estamos vivendo a emergência de novos e múltiplos paradigmas. São novos tempos que exigem novas atitudes. Não dá para fazer a velha edição para as coisas que caminham em direção à excelência”Mário Sérgio Cortella6
  • 7. ALGUNS PARADIGMAS DA EDUCAÇÃO NA MODERNIDADEESCOLA INCLUSIVA: Centro do Sistema EducacionalALUNO: Centro do Sistema Escolar, Sujeito da AprendizagemGESTÃO DEMOCRÁTICA: exigência para a escola públicaEquidadeEIXO DO TRABALHO DA ESCOLA: gestão pedagógicaFOCO NA APRENDIZAGEM E NOS RESULTADOS: definição de metasFAMÍLIA E COMUNIDADE: direito de participaçãoInclusão Social7
  • 8. ALGUNS PARADIGMAS DA EDUCAÇÃO NA MODERNIDADEEDUCAR E CUIDAR: perpassa toda a Educação BásicaCURRÍCULO, MATRIZ CURRICULAR, EIXOS TEMÁTICOS, REDES DE APRENDIZAGEM(...)CONTEÚDO CURRICULAR: meio para desenvolver capacidades ou habilidadesAVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM: diagnóstica e formativa, visa o progresso individual e contínuo do alunoINTERVENÇÃO PEDAGÓGICA8
  • 9. Alguns pressupostos dos processos de ENSINO E APRENDIZAGEM Todo aluno é capaz de aprender Todo professor é capaz de ensinar Aluno motivado, com autoestima elevada aprende com mais facilidade Desenvolvimento cognitivo, afetivo e social fazem parte do mesmo processo Ensino contextualizado, aprendizagem significativa, desenvolvimento de competências e habilidades Valorização do saber do aluno, seus avanços e progressos e acolhimento em suas dificuldades Relação professor/aluno: afeto, apoio, parceria, ética 9
  • 10. Educação Inclusiva e de Qualidade O desafio da Escola na modernidade ser emancipadora, libertadora e inclusiva recuperar a sua centralidade que é o aluno cuidar e educar este alunoCORRESPONSABILIDADE Sistema EducacionalComunidadeDemais Órgãos Família Públicos Profissionais da 10Educação
  • 11. Constato para mudar e não para me acomodar. Seria uma desolação para mim se, enquanto ser humano, tivesse de reconhecer a minha absoluta incapacidade de intervir eficazmente na realidade, se tivesse de reconhecer que minha aptidão para verificar não se alonga na de mudar o contexto em que verifiquei, provocando futuras verificações diferentes – Paulo Freire
  • 12. Alguns Princípios e pressupostos para o trabalho educacional no Ensino FundamentalResolução CNE nº 07/2010 1 - Garantir educação com qualidade social: relevante, pertinente, equitativa 2 - Assegurar ingresso, permanência e sucesso do aluno na escola 3 – Trabalhar os conteúdos como meio para consolidar competências e habilidades 4 - Reduzir evasão, reprovação e distorção idade/ano de escolaridade 5 - Assegurar o percurso contínuo da aprendizagem dos alunos (princípio da continuidade)O aluno no centro de nossas atenções
  • 13. O Programa de Intervenção Pedagógica Ensino Fundamental – PIP• 2007 - Anos Iniciais: Alfabetização no tempo certo • 2011 - Anos Finais: Implementação dos CBC (Conteúdos Básicos Comuns)Ações-chave que visam atingir a sala de aula e melhorar o desempenho dos alunos Ponto de partida do Programa: SIMAVE / PROALFA e PROEB
  • 14. Pressupostos básicos para a implementação das ações do PIP / Alfabetização no Tempo Certo O aluno no centro de nossas atenções. Foco no seu desempenhoGestão pedagógica como eixo do trabalho da SEE/SRE/SME/EscolasGarantir o princípio da continuidade da trajetória escolar do aluno Realizar intervenções pedagógicas no tempo certo, priorizando as escolas estratégicas Estreitar distâncias e apoiar as escolas por meio do trabalho conjunto das Equipes Municipais, Equipes Regionais e Equipe Central Formação continuada dos Professores, Diretores e Especialistas de educaçãoCumprimento das metas pactuadas do PROALFA: compromisso de todos
  • 15. Os 3 anos iniciais do Ensino Fundamental: foco na alfabetização e letramentoResolução CNE nº 07/2010 §1º do Artigo 30 -”mesmo quando o sistema de ensino ou escola, no uso de sua autonomia, fizerem opção pelo regime seriado, será necessário considerar os três anos iniciais do Ensino Fundamental como um bloco pedagógico ou ciclo sequencial não passível de interrupção, voltado para ampliar a todos os alunos as oportunidades de sistematização e aprofundamento das aprendizagens básicas, imprescindíveis para o prosseguimento dos estudos”.Garantia do princípio da continuidade do percurso escolar do aluno
  • 16. O Programa de Intervenção Pedagógica: Fatores fundamentais para os avanços obtidos na rede estadual1 – A construção de uma visão comum para todo o Estado 2 – O estabelecimento de um indicador mensurável e comparável ao longo do tempo (Avaliação externa) 3 – O comprometimento da SEE, SRE e Escolas através da Pactuação de Metas 4 – A aproximação e o apoio às escolas pelas Equipes Central e Regionais 5 – Estrutura de Gestão, orientação, acompanhamento e formação continuada para que a transformação chegue a cada sala de aula
  • 17. O Programa de Intervenção Pedagógica – Alfabetização no Tempo Certo – PIP / Municipal 21FORMAÇÃO CONTINUADA DOS AGENTES PEDAGÓGICOSADESÃO E FORMAÇÃO DA EQUIPE3 DEFINIÇÃO DE METAS E PACTUAÇÃOASPIRAÇÃO “Toda criança lendo e escrevendo até 8 anos de idade”4FOCO NA APRENDIZAGEM DO ALUNO 17IMPLEMENTAÇÃO DAS AÇÕES E ACOMPANHAMENTO DOS RESULTADOS
  • 18. A estrutura operacional do PIP Municipal contempla a interação de agentes da SEE, SRE e SME 5. Avaliação (SIMAVE)1. Coordenação central (SEE)▪ ▪Orienta e capacita equipe regional Analisa e comunica resultados das avaliações externas▪ ▪2. Equipe Regional (SRE)▪ ▪Apoia e orienta equipe municipal Realiza formação continuada dos agentes pedagógicos municipais Identifica e difunde melhores práticas Visita as SMEs e as escolas estratégicas durante 2 semanas por mês, em conjunto com a Equipe Municipal▪Subsidia acompanhamento do desempenho escola por escola, aluno por aluno, e é base para elaboração de planos de intervenção pedagógica3. Equipe Municipal (SME) Capacitação inicial e material didático-pedagógico▪ ▪Realiza formação inicial dos agentes pedagógicos Garante envio e recebimento de guias e materiais pedagógicos para professores, especialistas e diretores de escola▪ ▪Apoia e orienta o trabalho dos diretores, especialistas e professores (incluindo formação continuada) Visita às escolas e salas de aula, com foco nas escolas municipais estratégicas, durante 3 dias por semana4. Escolas18
  • 19. Programa de Intervenção Pedagógica Ensino Fundamental (PIP-EF) SIMAV E(PROALFA / PROEB)Equipe Central (SEE)Equipe Regional (SRE)ESCOLAS / SALAS DE AULA Dia DEquipe Escolar Plano de Intervenção Pedagógica (PIP)ESCOLAS Revistas PedagógicasPlano de Intervenção Pedagógica (PIP)Avaliações InternasComunidade19
  • 20. Etapas da implementação do PIP / Municipal Aspiração: Toda criança lendo e escrevendo até 8 anos de idade 1-Adesão e formação da Equipe -Município formaliza a adesão -Estado e município colaboram para alcançar objetivo comum -Município forma suas Equipes do PIP/Alfabetização no Tempo Certo -SME divulga a adesão nas escolas e comunidade2-Formação continuada dos agentes pedagógicos -SEE/SRE realizam a capacitação inicial das Equipes Municipais e promovem a formação continuada -Equipes Municipais do PIP sensibilizam e capacitam os Diretores, Especialistas e Professores do 3º ano, com apoio da SRE/SEE -Utilização do material didático-pedagógico disponibilizado pela SEE e pelo PACTO/MEC3-Definição das metas e pactuação -Metas definidas para as redes municipais de cada município e escola -Pactuação com SME, Escolas e comunidade -Avaliação externa PROALFA -Realização do dia “D” para análise dos resultados do PROALFA com a comunidade escolar e elaboração do Plano de Intervenção Pedagógica de cada escola, considerando, também, as avaliações internas da escola4-Implementação das ações e acompanhamento dos resultados -Foco no 3º ano do Ensino Fundamental, sem esquecer o 1º e o 2º anos -Orientação e acompanhamento das escolas, priorizando as escolas estratégicas -Foco na sala de aula com apoio e orientação aos professores20
  • 21. A definição de metas é essencial para alinhamento dos objetivos e comprometimento de toda a comunidade escolar“Nas boas escolas todos sabem qual a direção e todos empurram na mesma direção. Os objetivos e METAS são concretos”. (...)Mário Sergio Cortella“As boas escolas são aquelas que insistem nas suas METAS ao mesmo tempo em que operam em ambiente positivo e favorável”. (...)
  • 22. O PIP/Municipal acompanha todas as Escolas de anos iniciais do Ensino Fundamental, porém com abordagem diferente de acordo com o perfil da EscolaGrupos de escolas“Escolas Estratégicas”Perfil (desempenho e cultura)Abordagem• Escolas com resultados médios ou“ORIENTAÇÃO COM COBRANÇA” • Orientar intensamente e estimular o uso dos materiais didático-pedagógicosbaixos, mas com potencial para melhorar seu desempenho. (1 visita semanal))“Escolas Intermediárias”• Escolas pequenas, com resultadosvariados, que concentram número limitado de alunos.“IRRADIAÇÃO COM COBRANÇA” • Orientar e estimular o uso dos materiais didático-pedagógicos(1 visita quinzenal)“Escolas Consolidadas”• Escolas com bons resultados e com elevada capacidade de gestão pedagógica. (1 visita mensal)“AUTONOMIA COM COBRANÇA” • Orientar conforme necessidade e estimular o uso dos materiais didáticopedagógicos
  • 23. “A sala de aula é o centro do acontecimentoeducação escolar,pois a formação básica do educando se dá nesse espaço de interação entre os sujeitos, mediados pela realidade”. (...) “... Nossa atenção deve estar em torno da sala de aula”. Celso Vasconcelos in “Resgate do Professor como sujeito de transformação”23
  • 24. A comunidade escolar será atingida de diversas formas para melhoria da qualidade de ensino Visitas das Equipes Regional e CentralVisitas da Equipe MunicipalEscola/ Salas de aula/ AlunosMateriais didáticopedagógicosCapacitações pela Equipe Municipal com apoio da Equipe RegionalO foco do programa é o desempenho do aluno. A Equipe Municipal e os professores analisam a situação dos alunos e elaboram um Plano de Intervenção Pedagógica 24
  • 25. SPO-SP0756-20120114PIP/Municipal: compartilhando conhecimentos e experiências Papel das SME – Apoia e orienta o trabalho dos diretores, especialistas e professores.Papel das SRE Conteúdo – Apoia e orienta a Equipe Municipal. – Apoia a formação continuada em conjunto com a Equipe Municipal.– Garante formação continuada com apoio da SRE/SEE. – Identifica e difunde melhores práticas. – Identifica e difunde melhores práticas. – Visita as SME para apoio às Equipes – Visita as escolas com Municipais foco na sala de aula. - Visita as escolas estratégicas, se necessário, em conjunto com a Equipe Municipal.Papel da SEE – Orienta e capacita a Equipe Regional. – Compila, analisa e distribui resultados das avaliações externas PROALFA/PROEB. – Apoia a formação continuada em conjunto com SME/SRE/SEE. – Visita as SME e escolas estratégicas, se necessário.25
  • 26. PIP/Municipal: SME, SRE e SEE trabalhando em Equipe EQUIPES Pessoas com habilidades complementares, comprometidas com objetivos, metas de desempenho e abordagens comuns, pelos quais se consideram mutuamente responsáveis. (Katzenbach e Smith)
  • 27. Trabalhando em Equipe: o princípio da humildade27
  • 28. “Sua atitude no início de uma tarefa definirá em muito o êxito dessa tarefa. Identifique os desafios, crie estratégias e aja como se fosse impossível falhar”. (Dr. Jô Furlan)28
  • 29. SPO-SP0756-20120114Equipe Municipal do PIP tem uma Missão desafiadora de SER:Educador, agente de transformação das escolas Referência para as escolas Modelo de profissionalismo Disseminadora de novas práticas pedagógicas Apoio para o trabalho dos Professores, Supervisores e Diretores Fonte irradiadora de paixão e energia transformadora Exemplo de profissional comprometido e responsável29
  • 30. Para cumprir esta Missão -Não basta ter conhecimentos, habilidades e atitudes Por que: -Cada pessoa será reconhecida no seu fazer pela sua atuação, pela entrega do trabalho e pela obtenção de resultadosLiderança e Competência
  • 31. A Equipe Municipal do PIPPapel de Liderança Papel Político Papel Pedagógico31
  • 32. SPO-SP0756-20120114Sugestão de Agenda para a Equipe Municipal do PIP Nº de dias 4 em média1,5 em médiaConteúdo Atividades-Visitas às escolas: .Semanal nas escolas estratégicas, priorizando as da sede da SME .Quinzenal ou mensal, mínimo de 2 visitas às escolas intermediárias e consolidadas -Reuniões: .Mensal com Equipe Regional e/ou Central do PIP/Municipal .Semanal ou quinzenal com Secretário (a) ou gerência do PIP/M -Trabalho semanal na SME: .Estudos internos, planejamento, reuniões da Equipe .Preencher e elaborar relatórios32
  • 33. Para o SUCESSO da Equipe Municipal do PIP em sua função é preciso: LIDERANÇA PLANEJAMENTO / FOCO COMUNICAÇÃO / ARTICULAÇÃO MOTIVAÇÃO / ESTÍMULO CONHECIMENTO / ESTUDO COMPETÊNCIAQuem sabe o “para quê” faz o “como” acontecer com excelência 33
  • 34. O PIP/Municipal e o PACTO: ações que se interligam e se complementam Equipe Municipal do PIPPIP/Alfabetização no tempo certo: PACTO/Alfabetização na idade certa: -Formação continuada -Material didático-pedagógico -Avaliação externaToda criança lendo e escrevendo até 8 anos de idade-Formação continuada -Material didático-pedagógico -Avaliação PROALFA/Análise dos resultados -Metas de desempenho -Orientação e acompanhamento, por meio de visitas sistemáticas às escolas -Dia “D”
  • 35. O Maior desafio da Escola hoje: superar a NÃO aprendizagem O Maior Desafio da Equipe Municipal do PIP:Usar de sua LIDERANÇA, de seu PODER e de sua AUTORIDADE, para ajudar a Escola a gerar, em sua Equipe, o compromisso apaixonado com a aprendizagem efetiva de TODOS os alunos.35
  • 36. PARA TANTO É URGENTE:-ERRADICAR a PEDAGOGIA da REPETÊNCIA e - INSTAURAR em seu lugar uma PEDAGOGIA DE ENSINO EFICAZNosso compromisso ético 36
  • 37. A Escola do Século XXI Tem como centroa aprendizagem do alunoEstá “ligada” à sua comunidade Garante a formaçãocontinuada dos alunos e professores: conhecimento e valores É uma escola da ALEGRIA, da MOTIVAÇÃO, do ACOLHIMENTOCoordenação de Esforços SME/SRE/SEE PIP/Municipal37
  • 38. Próximas atividades para implantação do PIP MunicipalSugestão de check list da Equipe Municipal do PIP para as próximas semanas Fazer relatório da capacitação inicial para o (a) Secretário (a) Elaborar o Plano de Trabalho do PIP/Municipal 2013 Preparar e realizar reunião de motivação, sensibilização e orientação com Diretores e Supervisores Preparar e realizar a capacitação dos Professores do 3º ano Iniciar as visitas de orientação e acompanhamento às escolas, priorizando as escolas estratégicas38
  • 39. Educação MineiraTransformando a rede pública de ensino em um sistema de alto desempenho educacional Resultado do comprometimento e do esforço conjunto. SEE SRE Escolas Professores SME Família e ComunidadeToda criança lendo e escrevendo até os oito anos de idade
  • 40. “ Mas sendo a vez, sendo a hora, Minas entende, atende, toma tento, avança, peleja e faz” Guimarães RosaNós vamos fazer, juntos. Obrigada! Fite / SIF / SEE
  • Fly UP