• su m ár io 2 Expediente Estatísticas Contas IBB Revista semanal da Igreja Batista do Bacacheri, sob coordenação da Agência IBB. Projeto Gráfico Ana Letícia Pie; Diagramação Ana Letícia Pie; Arte Capa Fabio Vinicius; Revisão Ortográfica Irenice Ferreira, Hedy Silvado e Priscila Ferreira; Imagens Banco de Imagens e Arquivo IBB; Coordenação de Comunicação Renato Mendonça. Contato: [email protected] Facebook: facebook.com/ibbcuritiba | Twitter: @ibb_curitiba | Youtube: youtube.com/prrenatoibb Igreja Batista do Bacacheri R. Amazonas de Souza Azevedo, 134 Bacacheri - Curitiba - PR | CEP: 82520-620 Contato: (41) 3363-0327 [email protected] | www.ibb.org.br Horário de funcionamento: 8h às 22h CULTOS AOS DOMINGOS NOS HORÁRIOS 9h | 10h45 | 17h | 19h15 PARTICIPAÇÕES 190 - M1 | 661 - M2 Total: 851 272 - N1 | 683 - N2 Total: 955 206 - pessoas 05 - M1 | 20 - M2 16 - N1 | 40 - N2 1413 - pessoas 645 - pessoas 422 - pessoas EVENTOS Cultos Missões Conexões Internet Células Outros Encontros EBD Geral semana 30/05 a 05/06 Se o seu dízimo ou oferta for em cheque favor cruzar ou colocar nominal para: Igreja Batista do Bacacheri CNPJ: 76.042.126-0001/90 [email protected] Agência 1551 C.C 05753-99 Agência 3702 C.C 00096-3 Agência 3510-6 C.C 25034-1 Agência 3127 C.C 4774-0 Agência 0372 C.C 825-5 | OP. 003
  • 12/junho 2011 04 jovens 05 missões 06 abc vida 07 infantil 08 pastoral 10 adolescentes 11 educação cristã 12 oração 13 células 14 agenda Livraria IBB Videoteca IBB sum ário 3 ENCONTRE A PESSOA CERTA PARA VOCÊ Ferramentas para levar você a definir o que realmente deseja, a desen- volver formas agradáveis de conhecer pessoas novas e de ser conheci- do, e aprender princípios capazes de conduzi-lo a relacionamentos sau- dáveis enquanto busca o verdadeiro amor. Encontre a pessoa certa para você é um guia para você pensar em um novo relacionamento. MARTINHO LUTERO O primeiro filme sobre a vida do grande reformador! Duas indicações ao Oscar! Quando Martinho Lutero dedicou-se a estudar inteiramente a Bíblia, entendeu a verdade de sua mensagem. Atormentado por um sentimento de culpa, rompeu laços com a Igreja Romana e se tornou a figura mais importante da Reforma Protestante. O enredo mostra todas as dificuldades e, apesar delas, suas conquistas na tentativa de levar a verdade a todos. Um filme clássico para toda a família. INFORMAÇÕES E ENCOMENDAS COM PRISCILA HERINGER. EMAIL: [email protected] TELEFONE: (41) 9105-5632
  • jo ve ns 4 por Marianna Beduschi Oração x Tribulação No sábado, dia 4 de junho, tivemos a oportunidade de nos colocarmos diante do Senhor como JOB, em um culto especial de louvor e oração. Foi um culto onde dedicamos mais tempo a oração, intercedendo pela nossa igreja, por nossas famílias, por santidade de vida e também pelas dificuldades que passamos. Dificuldades que muitas vezes nos preocupam, nos deixam an- siosos, agitados e acabam tirando a paz de nossos corações. A Bíblia nos ensina, em Filipenses, que podemos ter paz, uma paz que excede todo o entendimento, mediante a oração: “Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela ora- ção e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus.” (Filipenses. 4. 6-7). Podemos tirar preciosas lições desse versículo. Não devemos andar ansiosos por coisa alguma, ou seja, não precisamos ficar com o nosso coração inquieto por nada. Devemos sim, colocar os nossos pedidos e súplicas diante de Deus, em tempo de oração, derramando o nosso coração diante do Senhor. E a Bíblia promete que fazendo isso, a paz, que excede todo o entendimento, guar- dará a nossa mente e o nosso coração. Mediante a oração, podemos ter nosso coração confortado e inundado com a paz, mesmo antes que possamos receber as respostas para nossas orações, pois é uma paz que excede todo o entendimento. Uma paz que vem apenas de Cristo, e da certeza que o nosso Senhor se preocupa com a nossa vida e está cuidan- do de nós. “Descanse somente em Deus, ó minha alma; dele vem a minha esperança. Confiem nele em todos os momentos, ó povo; derramem diante dele o coração, pois ele é o nosso refúgio.” (Salmo 62.5-8). Que durante esta semana, você seja desafiado a continuar orando pela igreja, pelo JOB, e pelas tribulações que você tem passado, e assim poderá confiar que a paz do Senhor guardará a sua mente e o seu coração.
  • m issões 5 por Eduardo, Marta e Débora Treumann A Débora já está com seis meses e meio! Você pode acreditar, ela está cada vez mais linda e esperta! Está quase engatinhando e falando muito, claro, falando na língua dela, aquela que só outros bebês de seis meses entendem! Agradecemos a Deus pela vida e pela saúde que ela tem! O ministério com os Clubes Bíblicos (CB) continua a todo vapor! Esse mês iniciaremos o Proje- to Águia com todas as igrejas que tem CB. É um grande projeto de crescimento pessoal para cada adolescente e líder. Eles serão desafiados a viver os hábitos cristãos na sua plenitude durante o mês todo. Como incentivo e premiação (adolescentes amam isso) daremos aos destaques de cada CB um acampamento de graça! Todos os anos esse tem sido um projeto muito especial! Oramos a Deus para que tenhamos o resultado esperado: adolescentes e líderes mais parecidos com Jesus! A grande novidade do ministério da PV-Sul, se chama Geração 360 ou simplesmente CTD (Centro de Treinamento e Discipulado). O G360 é um programa de um ano para jovens cristãos que querem fortalecer seu relacionamento com Deus e seus valores, antes de entrar na faculdade. Iniciamos esse projeto dia 14 de maio, com sete alunos. Eles terão oportunidade de viajar com os missionários e ter aulas e serviço no nosso Centro de Eventos. A ideia principal do CTD é “aprender enquanto faz”. Você pode saber mais acessando o site www.pvsul.com.br. PEDIDO DE ORAÇÃO Há algum tempo a Marta vem sentindo fortes dores nas plantas dos pés. Algumas vezes se torna impossível até mesmo caminhar. Fomos a um médico e depois dos exames feitos, consta- tou-se que ela tem uma “Facite Plantar”, que é na verdade uma forte inflamação. Por estar ama- mentando, ela não pode tomar nenhum anti-inflamatório para o tratamento e por isso será um pouco mais difícil tratar. Pedimos que orem para que Deus supra essas necessidades, que Ele ajude a Marta a suportar as dores fortes e melhorar o mais rápido possível! Contamos com vocês! Isto é incrível
  • por Marcelo Santos ab c vi da 6 Atividades na Central de Voluntariado Quem tem passado ultimamente pela Central de Voluntariado da ABC VIDA, nas ter- ças-feiras, com certeza deve ter ficado impressionado com a movimentação de pessoas no local. E não é por menos. A média de participantes nos cursos tem aumentado con- sideravelmente, e no último dia 31, tivemos a presença de 38 voluntárias e alunas parti- cipando dos cursos que estão sendo oferecidos gratuitamente à comunidade. A procura está sendo tão grande que já se estuda a abertura de uma nova turma para as quintas- -feiras, o que deve trazer uma nova opção para as participantes. Entre os cursos oferecidos, destacam-se o de tricô e crochê, pintura em MDF, patch- -work, sobrancelha e corte e cos- tura, sendo que este último é usa- do também para a produção de enxovais de bebê, que depois são distribuídos gratuitamente em hospitais, creches e instituições cadastradas. Todo esse movimento tem causado um impacto positivo no local, segundo a avaliação da própria vizinhança, pois o imóvel havia ficado ocioso durante um bom tempo e havia o risco de in- vasão. Agora, com as reparações que estão sendo feitas no prédio, além da limpeza da área externa e interna, poda das árvores e corte da grama, está sendo devolvido à comu- nidade um ponto de encontro agradável que além de ajudar a capacitar as pessoas para uma profissão, também qualifica o local como uma boa opção para os projetos sociais da IBB, reuniões e treinamentos. Se você ainda não conhece o local ou se ficou interessado em participar dos cursos, ou ainda, se pode ministrar voluntariamente algum curso para a comunidade, basta dar uma passadinha por lá, conhecer o projeto e se engajar neste ministério que tem aben- çoado tantas vidas. A Central de Voluntariado fica na Rua Anita Ribas, 737, a quatro quadras da IBB, e está de portas abertas todas as terças- feiras, das14h às 17h. Para saber mais detalhes sobre os cursos e como participar, basta ligar para a ABC VIDA, no telefone (41) 3263-3573 e falar com a Naná.
  • por Soliana T. Helena infantil 7 Às vezes fico observando meus filhos... Criança tem um poder incrível de, em se- gundos, ir pro “faz-de-conta”, e por aí afora. É uma fase tão preciosa da vida, que deveria ter uma forma de ficar tudo gravado para depois a gente poder ver, quando adulto, nos mínimos detalhes! Criança quer ser notada, quer ser amada, quer atenção, quer ser útil. Criança se envolve facilmente, se entrega facilmente, está sempre pronta para receber. Está en- tendendo a ideia? Temos um campo imenso aqui na IBB, pronto, adubado, esperando as sementes e tudo o que vem depois: a água, o sol, o cuidado. Muitos são os projetos do MIBB e JUBBA para cultivar esse campo, mas como diz o próprio Cristo no versículo acima: os trabalhadores são poucos. Leia abaixo o teste- munho de uma mãe e perceba o sentimento de felicidade expresso nas palavras de agradecimento aos voluntários por estarem fazendo a diferença na vida de seu filho: “Sou secretária da IBB e tenho um filho que completa 9 anos, esse ano. Antes ele vivia dizendo que queria participar do JUBBA, agora ele pode! Eu o trouxe pela primeira vez em uma sexta-feira, dia 15 de abril. Teve gincana e ele saiu daqui maravilhado, comple- tamente suado e muito feliz. Como cheguei cedo para pegá-lo, pude assistir o final da gincana. Os ‘tios’ estão de parabéns! Têm muita energia e vemos que fazem com alegria o trabalho com nossos juniores. A tia Kátia entrou na brincadeira e aprontaram com ela, foi muito divertido. As crianças participavam com alegria e compromisso. Agradeço a Deus por esses voluntários preciosos, que Deus os abençoe por seus corações dispostos. Agora terei que vir toda sexta trazer o Calebe... Glórias a Deus por isso! Como na sexta-feira seguinte foi feriado, ele me disse com tristeza, que queria que tivesse o JUBBA naquela sexta também.” Claudia Neves O momento é este, a oportunidade bate à porta. A infância passa tão rápido que até nos assustamos quando percebemos o tamanho dos nossos filhos ou mesmo as atitudes que mudam tanto com o tempo. Aproveite o campo pronto. Venha ser você o voluntário que irá lançar as sementes! O testemunho desta mãe faz parte da colheita, e que colheita! Lançando sementes “E dizia-lhes: ‘Na verdade, a seara é grande, mas os trabalhadores são poucos... ’.” Mateus 9.37
  • Neste dia do pastor, nós pastores da IBB agra- decemos a Deus o privilégio de termos sido cha- mados para o ministério pastoral e a oportunida- de de serví-lo junto a um rebanho tão amoroso e dedicado à obra do Senhor. Aproveitamos a oportunidade para transcrever um texto do Pr. Ir- land Pereira de Azevedo, pastor veterano de nossa denominação e que certamente tem muito para nos ensinar como membros e pastores. “SER PASTOR é estar inserido no plano de Deus para a redenção da humanidade. Deus não tem ou- tro plano: nem enviar seus anjos, nem dispor de um imenso amplificador para que Sua própria voz trans- mita com perfeição, e sem distorções, Sua palavra de redenção. Seu plano consistiu no envio de homens - “Houve um homem enviado de Deus cujo nome era João...” (João 1.6). SER PASTOR é ser arauto que solene, grave e dig- namente anuncia os decretos do Rei; é ser profeta a falar da parte do Senhor; é ser sacerdote, - por que não? - a abraçar as aflições e as dores da humani- dade e levá-las à presença do Sumo Sacerdote, Jesus Cristo. SER PASTOR é ser mestre, a retirar das despensas de Deus a palavra que instrui, informa, transforma e orienta para o tempo e a eternidade. SER PASTOR é ser conselheiro pronto a ouvir, compreender e ajudar; e amigo que tem a palavra oportuna e veraz, a mediar o bálsamo divino para corações feridos. SER PASTOR é ser líder do povo de Deus, que apa- rece menos pela autoridade que reivindica, pelo do- mínio que pretende exercer, e mais, muito mais, pelo caráter, pela integridade, pelo exemplo. (I Pedro 5.2,3). SER PASTOR não é ser o “faz-tudo”, o “manda- -chuvas”, o “super-astro” a brilhar na ribalta de uma tribuna sagrada que se transforma em passarela de exibicionismo e vaidade. É ser “preparador”, “trei- nador”, “habilitador” do povo de Deus para que este sirva, edifique a igreja, promova o Reino de Deus no mundo, cresça enquanto serve, sirva enquanto ama- durece e tem por padrão a excelência da estatura do varão perfeito - Jesus Cristo. SER PASTOR não é ser super-homem ou semi- deus. É ser homem, comum, normal, mas sobrena- turalmente habilitado para servir ao povo de Deus. É ser homem de verdade e da verdade. É ter os pés no chão do sofrimento, das necessidades e desafios hu- manos e a cabeça no céu das provisões divinas para um mundo carente. SER PASTOR é ser capaz de no mesmo dia sorrir e chorar, celebrar a vida e consolar na morte; é ter co- ração simples como de uma criança para perdoar, e forte como de um gigante, para a sucessão muita vez pavorosa, de experiências traumatizantes. SER PASTOR é viver no tempo, a edificar para a eternidade; é ser construtor de pontes, pelo mistério e ministério da Palavra, entre o pecador perdido e o Salvador do mundo; entre pessoas que se estranham e agridem-se; entre o sem sentido da História e o sen- tido que a Palavra revelada aponta; entre as trevas da ignorância espiritual e a luz do Evangelho da gra- ça; é ser embaixador, a proclamar para os homens de todos os tempos: “Reconciliai-vos com Deus”, por isso que a ele foi entregue o ministério e nele foi posta a Palavra da reconciliação.
  • SER PASTOR é ser um paradoxo vivo: é ser afligi- do e estar sempre alegre; é ser pobre e enriquecer a muitos, e parecer nada possuir, e tudo possuir; é vida que se queima no altar de Deus, entendendo como ventura maior viver e servir. SER PASTOR é participar de uma obra excelente, bela, que dura, que transcende os limites do espaço e do tempo, que glorifica a Deus; é, por isso, o mais belo dos ofícios, a mais gloriosa das missões, o mais compensador dos sacrifícios. Ser pastor requer, entretanto, para que seja ex- periência venturosa, que o homem de Deus viva no centro da vontade do Senhor e tenha a dedicação exclusiva do soldado, a disciplina rigorosa do atleta, a diligência e perseverança do lavrador, a aplicação diuturna do obreiro a dividir bem a Palavra, a abrir caminhos retos para o caminhar seguro e firme do povo de Deus sob seu cuidado e liderança.” Reconhecemos que precisamos da participa- ção ativa de cada um de vocês em nossas vidas para que sejamos pastores assim. Precisamos de suas palavras de exortação, alento, encorajamen- to, aconselhamento e orientação. Precisamos da sua submissão à nossa liderança espiritual e acei- tação da autoridade divina em nossas vidas. Preci- samos de sua amizade, do seu amor cristão e MAIS DO QUE TUDO DAS SUAS ORAÇÕES! Contamos sempre com vocês! Seus pastores, Pr. L. Roberto Silvado; Pr. Márcio Tunala; Pr. Avelino Ferreira; Pr. André Tavares; Pr. Francisco Cordeiro (China); Pr. Guilherme Falcão; Pr. Marcos Calixto; Pr. Marcos Ferreira; Pr. Renato Mendonça; e Min. Sidney Chiabai. Comunico aos membros da Igreja Batista do Bacacheri que o ministro Sidney Chiabai enviou- -nos uma carta, datada de 20 de maio de 2011, comunicando a decisão de encerrar a sua partici- pação como ministro na área de Adoração e Arte de nossa igreja, a partir do dia 31 de julho deste ano. Após esta carta ser apresentada ao Conselho Ministerial, em uma reunião extraordinária no dia seguinte, foi decidido que para apoiar o ministro Sidney e sua família neste momento de transição e expressar o cuidado e amor da nossa igreja: o “múnus eclesiasticus” e o plano de saúde serão mantidos nos meses de agosto, setembro e outubro ou até a data em que ele assuma uma nova posição ministerial. Peço suas orações pela família Chiabbai e pelos líderes da área de Adoração e Artes da IBB neste momento de mudanças. Pr. L. Roberto Silvado COMUNICADO AOS MEMBROS DA IBB
  • por Ariane Chabaribery ad ol es ce nt es 10 Alegria que está no amor de Cristo Quando encontrei o Senhor, os meus problemas não acabaram, mas aquela sensação de estar faltando algo foi preenchida por uma alegria inexplicável de não estar mais só! Somos privilegiados por ter um Senhor que morreu em nosso lugar e anseia ter um re- lacionamento conosco. Encontrei a minha razão de viver no amor de Cristo e me sinto privilegiada por não precisar de dro- gas, álcool, baladas, escolher uma profissão somente para ter status para me sentir feliz e aceita! A maioria das pessoas vive em busca de uma vida cheia de prazer, alegria e satisfa- ção e vivem frustradas por não encontrarem, mas a palavra do Senhor nos diz que fomos criados para o louvor e glória de Deus. Por isso, você que tem um rela- cionamento com Jesus, não busque satisfação em outro lugar, é tudo momentâneo e traz frutos que não são bons para colher e ainda mais, vão te afastar do centro da vontade de Deus, que é boa, perfeita e agradável e que traz muita satisfação. Algumas vezes, perdemos a alegria de ver o Senhor agir em pequenos detalhes de nos- sas vidas, como o fato de ter o que comer o que vestir e tantas outras coisas. Se você nunca experimentou a verdadeira alegria de ter um encontro real com Jesus, e nunca buscou a sua satisfação Nele, não perca mais tempo. Busque sua satisfação na vontade do Senhor, pois Ele é o Deus que sempre tem o melhor para nos oferecer. “Alegrem-se sempre no Senhor. Novamente direi: Alegrem-se!” Filipenses 4.4
  • por Oshamir Pereira Cristão mais ou menos educação cristã 11 Surpreendeu-me a afirmação: “Eu sou mais ou menos um cristão!” Como assim mais ou menos cristão? Ou poderia ser até pior, se fosse dito “cristão mais ou menos”, já que este termina com a palavra “menos”, diferentemente da primeira afirmação que termina com a palavra “cristão”. Mas vamos lá, estas definições parecem aquelas do tipo que relativizam as coisas, algumas vezes ele seria cristão de conceitos, deveres, obrigações, estudante da palavra, praticante delas, outras vezes seria mais ou menos cristão, ou seja MORNO, nem quente nem frio e nós já sabemos qual a opinião de Jesus sobre este assunto, afirmando categoricamente que o Morno será vomitado (Apocalipse 3,16). Terrível não? Quanta tris- teza pode trazer às nossas vidas uma simples resposta, que ao mundo pode ser politica- mente correta porque faz com que todos, em suas opiniões e práticas religiosas, sintam-se seguros, mas que na verdade são perigosíssimas pois nos colocam na beira de uma heresia, embora continuemos a nos dizer cristãos. Tomemos cuidado para não relativizarmos algum procedimento, até mesmo uma sim- ples opinião, porque nós transmitimos o que somos daquilo que cremos e praticamos, mais pelo exemplo. Observemos este procedimento mesmo quando estivermos no mundo e longe dos olhos de uma prática de fé, que ficou muitas vezes na Igreja ao nos despedir- mos domingo a noite.
  • or aç ão 12 por Thiago Chabaribery Nossa juventude na Europa Quando o apóstolo Paulo foi preso, não o prenderam por causa de violência, mas por promover a paz por onde estava passando. Não estava com as mãos cheias de más intenções, mas estava preparado para ser instrumento de Deus, na Judeia. No momento da história que parecia estar tudo acabado para Paulo, Deus abriu novas oportunidades para trabalhos na obra missionária. Quando Paulo estava preso, Deus usou a vida de Lucas dizendo: “Coragem! Assim como você testemunhou a meu respeito em Jerusa- lém, deverá testemunhar também em Roma”. (Atos 23.11). No dia 14 de julho, o grupo EuroCross partirá para a Europa! É precioso poder ver as lindas paisagens da Itália, Portugal e Suíça, mas a partir do momento em que voltamos os nossos olhos para o coração das pessoas que lá vivem, podemos lembrar que TODOS somos peca- dores, e destituídos estamos da glória de Deus. O Senhor se fez presente na vida de Paulo na hora de sua aflição, e no momento em que Paulo poderia desistir e “fechar” a sua agenda para a obra missionária, Deus moveu o impossível. Assim como Deus fez com Paulo, Ele tem feito na vida de cada um que separou a vida para participar da viagem para a Europa. Mesmo com as limitações e dificuldades, Deus tem se mostrado presente em cada de- talhe. O que realmente precisamos para prosseguir com a obra do Senhor é da presença de Deus conosco. Antes de Jesus enviar os seus discípulos até os confins da terra, o mesmo prometeu estar com eles todos os dias, (Mateus 28.18-20) e é essa presença que nos motiva a fazer a Sua obra. “O trabalho de Deus não é feito apenas quando tudo nos vai bem. O semeador rega o solo duro com suas próprias lágrimas. A promessa de vitória, entretanto, é segura, pois quem sai an- dando e chorando enquanto semeia, voltará com júbilo trazendo os seus feixes”. Queremos desafiar a Igreja a orar conosco! Estamos diariamente, às 12h, clamando pelos países e pelos integrantes do grupo. Faça parte desta obra missionária.
  • por Silvanir Silva Uma vida dedicada a Deus células 13 Muitas pessoas pensam que uma vida dedicada a Deus, é só para pastores e mis- sionários, e que as pessoas que desenvol- vem outras atividades não eclesiásticas, não são chamadas para um viver dedica- do ao Senhor. Mas, isto é um engano, todo cristão comprometido como a verdade da palavra do nosso Senhor Jesus Cristo, é convidado a correr uma boa corrida da fé, tendo como alvo a vida eterna com Deus. Todo aquele que confessar o Senhor Jesus como seu Senhor e Salvador deve viver com dedicação a Ele. Na IBB temos visto muitas pessoas comprometidas com esse Senhor e sua obra, por meio do en- volvimento com as células, atuando como líderes, vice-líderes, coordenadores, su- pervisores, essas pessoas têm investido o seu tempo no cuidado de vidas, e através desse compromisso muitas pessoas tem sido salvas, famílias tem sido restauradas, e integradas ao povo de Deus. Esses líde- res entenderam que uma vida dedicada a Deus é um dever de todo crente no Se- nhor Jesus, por isso eles tem se dedicado nesta obra. E você o que tem feito? Você tem dedicando a sua vida ao Senhor, ou a coisas passageiras? “Cumpra a sua missão com fidelidade, para que ninguém possa culpá-lo de nada, e continue assim até o dia em que o nosso Se- nhor Jesus Cristo aparecer.” (I Timóteo 6.14). “Mas você, homem de Deus, fuja de tudo isso. Viva uma vida correta, de dedicação a Deus, de fé, de amor, de perseverança e de respeito pelos outros. Corra a boa corrida da fé e ganhe a vida eterna. Pois foi para essa vida que Deus o chamou quando você deu o seu belo teste- munho de fé na presença de muitas testemunhas.” I Timóteo 6.11-12
  • ag en da 14 RESTAURANTE IBB Venha ter um período de comunhão no almoço e saborear uma deliciosa refeição. Cardápio: bife role; peito de frango grelhado; peixe a milanesa; camarão na moranga; purê de batata (flocos); panqueca de carne moída; lasanha quatro queijos; e cenoura refogada. Saladas, so- bremesas e frutas diversas. APOIO: VIGILANTES DO PESO Toda terça, às 18h30, na IBB. Todos são convidados a conhecer e participar. VIAGEM MISSIONÁRIA - SEMEANDO VALORES Inscreva-se para a ONG NAÇÃO BRASIL, no seu ministério “SEMEANDO VALORES”. Realizaremos uma viagem missionária para Felisburgo - MG, nos dias 10 a 20 de julho. Investimento: R$750,00. Informações com (41) 3356-5108 (Heleninha e Edwarde) ou (41) 3382-5016 (Neto e Rosângela). CURSO CROWN Iniciará uma nova classe no segundo semestre. O módulo é de 13 semanas, as aulas aconte- cem na IBB, toda sexta, das 20h às 22h30. O objetivo do curso é entender finanças à maneira de Deus. Inscreva-se na contra-capa da Revista IBB e coloque no prato do ofertório. Informações (41) 3363-5175 (Filomena) ou (41) 3033-6700 (Aldo). CULTO DE CURA E LIBERTAÇÃO Toda sexta, às 20h, no Salão da Nações. GRUPO FAROL O grupo de apoio a familiares de dependentes químicos, Grupo Farol, em junho estudará o 6º Princípio do Amor Exigente: Comportamento de Pais e Filhos. As reuniões acontecem todas as quintas-feiras no Salão das Nações, das 20h às 22h. Informações (41) 3356-5108 (Edwarde e Heleninha) ou (41) 3203-0593 (Joel e Beatriz). PROGRAMA LINHA DA VIDA 2011 Você está convidado a participar de um café da manhã especial com toda a equipe de voluntá- rios veteranos e novos voluntários que desejam atuar no Linha da Vida. Dia 18/06 às 9h30.
  • Aniversariantes 12/06 12/06 12/06 13/06 13/06 13/06 13/06 13/06 14/06 14/06 15/06 15/06 15/06 16/06 16/06 16/06 16/06 16/06 16/06 16/06 16/06 16/06 16/06 16/06 17/06 17/06 17/06 17/06 17/06 18/06 18/06 18/06 Cíntia Mara Mattoso Sueli de Jesus Capelo Ezequiel Sanches de Almeida Nilma Terezinha S. Carneiro Ricardo Treumann Silva Marilene de Lurdes Santos Juliane Negrele Vieira Luiz Antônio de Souza Deise Lene Thompson Matheus de Azevedo Irma Helen Ribeiro de Souza Gustavo Filoco de Rezende Alaides de Almeida Mendes Lindacir de Souza Jociane Zwerchowski Paulo Roberto Batista Mariane Cogo Iurkoski Esteves da Silva Joy Teles Oliveira Kéli Cristina Campos Michelle Nascimento de Oliveira Sidney Chiabai Alzemir Santos da Silva Junior Marcia Froma Kastner Marcelo Drewello Simone Gonzalez Marinho Martins Marta Friedl B. Treumann da Silva Viviane Leonel Teodoro de Souza Evaldo Macedo Milena Pacheco de Sousa Xavier Lucas Nogueira Freire Lula Tiago Souza Bonetto Heloisa Helena de Oliveira Pereira Regina Celia C. Lourenço 12/06 a 18/06 Go st ar ía m os d e o ra r po r vo cê . S e t iv er u m m ot iv o de o ra çã o, es cr ev a- o aq ui . __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ q Id os o q a du lto q jo ve m q ad ol es ce nt e q c ria nç a A ut or iz o en ca m in ha r e st e pe di do p ar a os g ru po s de o ra çã o q Si m q N ão N om e: _ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ D at a: _ __ __ /_ __ __ /_ __ __ Te le fo ne s: _ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ Q ue m c on vi do u: __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ Fr eq ue nt a al gu m a cé lu la ? S im q N ão q S e si m , q ua l? _ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ _ fa ce bo ok .c om /ib bc ur it ib a | w w w .ib b. or g. br | t w it te r: @ ib b_ cu ri ti ba Compartilhe seu testemu- nho de como sua família tem sido abençoada com as de- vocionais. Envie e-mail para: [email protected]
  • QU ER ID O VI SI TA N TE , M UI TO O BR IG AD O PO R SU A PR ES EN ÇA Pe di m os a g en til ez a de p re en ch er , d es ta ca r e e nt re ga r n o pr at o do o fe rt ór io D at a: _ __ __ _/ __ __ __ _/ __ __ __ _ Se xo : M q F q D at a de N as ci m en to : _ __ __ __ __ __ __ __ N om e: _ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ En de re ço : _ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ _ Ba irr o: _ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ C id ad e: _ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ C EP : __ __ __ __ __ __ __ __ __ _ Es ta do : __ __ __ _ E- m ai l: __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ _ Fo ne : __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ C el . __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ Fr eq ue nt a al gu m a cé lu la ? Si m q N ão q Se si m , qu al ? __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ q D es ej o es tu da r a B íb lia q D es ej o m e ba tiz ar q 1ª V is ita q D es ej o re ce be r J es us e m m in ha v id a q D es ej o co nh ec er m el ho r e st a ig re ja q D es ej o se r m em br o da Ig re ja q D es ej o pa rt ic ip ar d e um a Cé lu la q D es ej o pa rt ic ip ar d e al gu m m in is té rio - Q ua l? _ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ _ q D es ej o m e in sc re ve r n o Cu rs o Cr ow n q Te rc ei ra Id ad e q Ad ul to q Jo ve m q Ad ol es ce nt e q Cr ia nç a Pa rt ic ip a de a lg um a ig re ja ? q Si m q N ão Se s im , q ua l? _ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ _ Q ue m c on vi do u? _ __ __ __ __ __ __ __ __ __ _ Ministério Pastoral SEDE Pr. L. Roberto Silvado Coordenador Geral Família Pr. Márcio Tunala Células e Integração Pr. Avelino Ferreira Idosos Pr. Guilherme Falcão Aconselhamento Pr. André Tavares Juventude Pr. China Infantil Juniores Compaixão e Justiça Pr. Marcos Stier Calixto Missões Oração Pr. Marcos Paulo Ferreira Educação Cristã Pr. Renato Mendonça Comunicação Min. Sidney Chiabai Adoração e Artes MISSÕES LOCAIS Pr. Bartolomeu C. Souza Esperança Viva, Vila Zumbi - Colombo Ev. Joel Lima da Silva PIB Bocaiúva do Sul Pr. Jason John Butler (Interino) Igreja Internacional - Curitiba Ev. Rodrigo Otávio Geronasso Piraquara Ev. João Batista Fazenda Rio Grande fa ce bo ok .c om /b ac ac he ri | w w w .ib b. or g. br | t w it te r: @ ib b_ cu ri ti ba Conheça o espaço do visitante e receba um kit presente da IBB!
Please download to view
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
...

Revista IBB - 12/06/2011 - Edição 76

by igreja-batista-do-bacacheri-ibb

on

Report

Category:

Documents

Download: 0

Comment: 0

212

views

Comments

Description

Revista semanal da Igreja Batista do Bacacheri.
Download Revista IBB - 12/06/2011 - Edição 76

Transcript

  • su m ár io 2 Expediente Estatísticas Contas IBB Revista semanal da Igreja Batista do Bacacheri, sob coordenação da Agência IBB. Projeto Gráfico Ana Letícia Pie; Diagramação Ana Letícia Pie; Arte Capa Fabio Vinicius; Revisão Ortográfica Irenice Ferreira, Hedy Silvado e Priscila Ferreira; Imagens Banco de Imagens e Arquivo IBB; Coordenação de Comunicação Renato Mendonça. Contato: [email protected] Facebook: facebook.com/ibbcuritiba | Twitter: @ibb_curitiba | Youtube: youtube.com/prrenatoibb Igreja Batista do Bacacheri R. Amazonas de Souza Azevedo, 134 Bacacheri - Curitiba - PR | CEP: 82520-620 Contato: (41) 3363-0327 [email protected] | www.ibb.org.br Horário de funcionamento: 8h às 22h CULTOS AOS DOMINGOS NOS HORÁRIOS 9h | 10h45 | 17h | 19h15 PARTICIPAÇÕES 190 - M1 | 661 - M2 Total: 851 272 - N1 | 683 - N2 Total: 955 206 - pessoas 05 - M1 | 20 - M2 16 - N1 | 40 - N2 1413 - pessoas 645 - pessoas 422 - pessoas EVENTOS Cultos Missões Conexões Internet Células Outros Encontros EBD Geral semana 30/05 a 05/06 Se o seu dízimo ou oferta for em cheque favor cruzar ou colocar nominal para: Igreja Batista do Bacacheri CNPJ: 76.042.126-0001/90 [email protected] Agência 1551 C.C 05753-99 Agência 3702 C.C 00096-3 Agência 3510-6 C.C 25034-1 Agência 3127 C.C 4774-0 Agência 0372 C.C 825-5 | OP. 003
  • 12/junho 2011 04 jovens 05 missões 06 abc vida 07 infantil 08 pastoral 10 adolescentes 11 educação cristã 12 oração 13 células 14 agenda Livraria IBB Videoteca IBB sum ário 3 ENCONTRE A PESSOA CERTA PARA VOCÊ Ferramentas para levar você a definir o que realmente deseja, a desen- volver formas agradáveis de conhecer pessoas novas e de ser conheci- do, e aprender princípios capazes de conduzi-lo a relacionamentos sau- dáveis enquanto busca o verdadeiro amor. Encontre a pessoa certa para você é um guia para você pensar em um novo relacionamento. MARTINHO LUTERO O primeiro filme sobre a vida do grande reformador! Duas indicações ao Oscar! Quando Martinho Lutero dedicou-se a estudar inteiramente a Bíblia, entendeu a verdade de sua mensagem. Atormentado por um sentimento de culpa, rompeu laços com a Igreja Romana e se tornou a figura mais importante da Reforma Protestante. O enredo mostra todas as dificuldades e, apesar delas, suas conquistas na tentativa de levar a verdade a todos. Um filme clássico para toda a família. INFORMAÇÕES E ENCOMENDAS COM PRISCILA HERINGER. EMAIL: [email protected] TELEFONE: (41) 9105-5632
  • jo ve ns 4 por Marianna Beduschi Oração x Tribulação No sábado, dia 4 de junho, tivemos a oportunidade de nos colocarmos diante do Senhor como JOB, em um culto especial de louvor e oração. Foi um culto onde dedicamos mais tempo a oração, intercedendo pela nossa igreja, por nossas famílias, por santidade de vida e também pelas dificuldades que passamos. Dificuldades que muitas vezes nos preocupam, nos deixam an- siosos, agitados e acabam tirando a paz de nossos corações. A Bíblia nos ensina, em Filipenses, que podemos ter paz, uma paz que excede todo o entendimento, mediante a oração: “Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela ora- ção e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus.” (Filipenses. 4. 6-7). Podemos tirar preciosas lições desse versículo. Não devemos andar ansiosos por coisa alguma, ou seja, não precisamos ficar com o nosso coração inquieto por nada. Devemos sim, colocar os nossos pedidos e súplicas diante de Deus, em tempo de oração, derramando o nosso coração diante do Senhor. E a Bíblia promete que fazendo isso, a paz, que excede todo o entendimento, guar- dará a nossa mente e o nosso coração. Mediante a oração, podemos ter nosso coração confortado e inundado com a paz, mesmo antes que possamos receber as respostas para nossas orações, pois é uma paz que excede todo o entendimento. Uma paz que vem apenas de Cristo, e da certeza que o nosso Senhor se preocupa com a nossa vida e está cuidan- do de nós. “Descanse somente em Deus, ó minha alma; dele vem a minha esperança. Confiem nele em todos os momentos, ó povo; derramem diante dele o coração, pois ele é o nosso refúgio.” (Salmo 62.5-8). Que durante esta semana, você seja desafiado a continuar orando pela igreja, pelo JOB, e pelas tribulações que você tem passado, e assim poderá confiar que a paz do Senhor guardará a sua mente e o seu coração.
  • m issões 5 por Eduardo, Marta e Débora Treumann A Débora já está com seis meses e meio! Você pode acreditar, ela está cada vez mais linda e esperta! Está quase engatinhando e falando muito, claro, falando na língua dela, aquela que só outros bebês de seis meses entendem! Agradecemos a Deus pela vida e pela saúde que ela tem! O ministério com os Clubes Bíblicos (CB) continua a todo vapor! Esse mês iniciaremos o Proje- to Águia com todas as igrejas que tem CB. É um grande projeto de crescimento pessoal para cada adolescente e líder. Eles serão desafiados a viver os hábitos cristãos na sua plenitude durante o mês todo. Como incentivo e premiação (adolescentes amam isso) daremos aos destaques de cada CB um acampamento de graça! Todos os anos esse tem sido um projeto muito especial! Oramos a Deus para que tenhamos o resultado esperado: adolescentes e líderes mais parecidos com Jesus! A grande novidade do ministério da PV-Sul, se chama Geração 360 ou simplesmente CTD (Centro de Treinamento e Discipulado). O G360 é um programa de um ano para jovens cristãos que querem fortalecer seu relacionamento com Deus e seus valores, antes de entrar na faculdade. Iniciamos esse projeto dia 14 de maio, com sete alunos. Eles terão oportunidade de viajar com os missionários e ter aulas e serviço no nosso Centro de Eventos. A ideia principal do CTD é “aprender enquanto faz”. Você pode saber mais acessando o site www.pvsul.com.br. PEDIDO DE ORAÇÃO Há algum tempo a Marta vem sentindo fortes dores nas plantas dos pés. Algumas vezes se torna impossível até mesmo caminhar. Fomos a um médico e depois dos exames feitos, consta- tou-se que ela tem uma “Facite Plantar”, que é na verdade uma forte inflamação. Por estar ama- mentando, ela não pode tomar nenhum anti-inflamatório para o tratamento e por isso será um pouco mais difícil tratar. Pedimos que orem para que Deus supra essas necessidades, que Ele ajude a Marta a suportar as dores fortes e melhorar o mais rápido possível! Contamos com vocês! Isto é incrível
  • por Marcelo Santos ab c vi da 6 Atividades na Central de Voluntariado Quem tem passado ultimamente pela Central de Voluntariado da ABC VIDA, nas ter- ças-feiras, com certeza deve ter ficado impressionado com a movimentação de pessoas no local. E não é por menos. A média de participantes nos cursos tem aumentado con- sideravelmente, e no último dia 31, tivemos a presença de 38 voluntárias e alunas parti- cipando dos cursos que estão sendo oferecidos gratuitamente à comunidade. A procura está sendo tão grande que já se estuda a abertura de uma nova turma para as quintas- -feiras, o que deve trazer uma nova opção para as participantes. Entre os cursos oferecidos, destacam-se o de tricô e crochê, pintura em MDF, patch- -work, sobrancelha e corte e cos- tura, sendo que este último é usa- do também para a produção de enxovais de bebê, que depois são distribuídos gratuitamente em hospitais, creches e instituições cadastradas. Todo esse movimento tem causado um impacto positivo no local, segundo a avaliação da própria vizinhança, pois o imóvel havia ficado ocioso durante um bom tempo e havia o risco de in- vasão. Agora, com as reparações que estão sendo feitas no prédio, além da limpeza da área externa e interna, poda das árvores e corte da grama, está sendo devolvido à comu- nidade um ponto de encontro agradável que além de ajudar a capacitar as pessoas para uma profissão, também qualifica o local como uma boa opção para os projetos sociais da IBB, reuniões e treinamentos. Se você ainda não conhece o local ou se ficou interessado em participar dos cursos, ou ainda, se pode ministrar voluntariamente algum curso para a comunidade, basta dar uma passadinha por lá, conhecer o projeto e se engajar neste ministério que tem aben- çoado tantas vidas. A Central de Voluntariado fica na Rua Anita Ribas, 737, a quatro quadras da IBB, e está de portas abertas todas as terças- feiras, das14h às 17h. Para saber mais detalhes sobre os cursos e como participar, basta ligar para a ABC VIDA, no telefone (41) 3263-3573 e falar com a Naná.
  • por Soliana T. Helena infantil 7 Às vezes fico observando meus filhos... Criança tem um poder incrível de, em se- gundos, ir pro “faz-de-conta”, e por aí afora. É uma fase tão preciosa da vida, que deveria ter uma forma de ficar tudo gravado para depois a gente poder ver, quando adulto, nos mínimos detalhes! Criança quer ser notada, quer ser amada, quer atenção, quer ser útil. Criança se envolve facilmente, se entrega facilmente, está sempre pronta para receber. Está en- tendendo a ideia? Temos um campo imenso aqui na IBB, pronto, adubado, esperando as sementes e tudo o que vem depois: a água, o sol, o cuidado. Muitos são os projetos do MIBB e JUBBA para cultivar esse campo, mas como diz o próprio Cristo no versículo acima: os trabalhadores são poucos. Leia abaixo o teste- munho de uma mãe e perceba o sentimento de felicidade expresso nas palavras de agradecimento aos voluntários por estarem fazendo a diferença na vida de seu filho: “Sou secretária da IBB e tenho um filho que completa 9 anos, esse ano. Antes ele vivia dizendo que queria participar do JUBBA, agora ele pode! Eu o trouxe pela primeira vez em uma sexta-feira, dia 15 de abril. Teve gincana e ele saiu daqui maravilhado, comple- tamente suado e muito feliz. Como cheguei cedo para pegá-lo, pude assistir o final da gincana. Os ‘tios’ estão de parabéns! Têm muita energia e vemos que fazem com alegria o trabalho com nossos juniores. A tia Kátia entrou na brincadeira e aprontaram com ela, foi muito divertido. As crianças participavam com alegria e compromisso. Agradeço a Deus por esses voluntários preciosos, que Deus os abençoe por seus corações dispostos. Agora terei que vir toda sexta trazer o Calebe... Glórias a Deus por isso! Como na sexta-feira seguinte foi feriado, ele me disse com tristeza, que queria que tivesse o JUBBA naquela sexta também.” Claudia Neves O momento é este, a oportunidade bate à porta. A infância passa tão rápido que até nos assustamos quando percebemos o tamanho dos nossos filhos ou mesmo as atitudes que mudam tanto com o tempo. Aproveite o campo pronto. Venha ser você o voluntário que irá lançar as sementes! O testemunho desta mãe faz parte da colheita, e que colheita! Lançando sementes “E dizia-lhes: ‘Na verdade, a seara é grande, mas os trabalhadores são poucos... ’.” Mateus 9.37
  • Neste dia do pastor, nós pastores da IBB agra- decemos a Deus o privilégio de termos sido cha- mados para o ministério pastoral e a oportunida- de de serví-lo junto a um rebanho tão amoroso e dedicado à obra do Senhor. Aproveitamos a oportunidade para transcrever um texto do Pr. Ir- land Pereira de Azevedo, pastor veterano de nossa denominação e que certamente tem muito para nos ensinar como membros e pastores. “SER PASTOR é estar inserido no plano de Deus para a redenção da humanidade. Deus não tem ou- tro plano: nem enviar seus anjos, nem dispor de um imenso amplificador para que Sua própria voz trans- mita com perfeição, e sem distorções, Sua palavra de redenção. Seu plano consistiu no envio de homens - “Houve um homem enviado de Deus cujo nome era João...” (João 1.6). SER PASTOR é ser arauto que solene, grave e dig- namente anuncia os decretos do Rei; é ser profeta a falar da parte do Senhor; é ser sacerdote, - por que não? - a abraçar as aflições e as dores da humani- dade e levá-las à presença do Sumo Sacerdote, Jesus Cristo. SER PASTOR é ser mestre, a retirar das despensas de Deus a palavra que instrui, informa, transforma e orienta para o tempo e a eternidade. SER PASTOR é ser conselheiro pronto a ouvir, compreender e ajudar; e amigo que tem a palavra oportuna e veraz, a mediar o bálsamo divino para corações feridos. SER PASTOR é ser líder do povo de Deus, que apa- rece menos pela autoridade que reivindica, pelo do- mínio que pretende exercer, e mais, muito mais, pelo caráter, pela integridade, pelo exemplo. (I Pedro 5.2,3). SER PASTOR não é ser o “faz-tudo”, o “manda- -chuvas”, o “super-astro” a brilhar na ribalta de uma tribuna sagrada que se transforma em passarela de exibicionismo e vaidade. É ser “preparador”, “trei- nador”, “habilitador” do povo de Deus para que este sirva, edifique a igreja, promova o Reino de Deus no mundo, cresça enquanto serve, sirva enquanto ama- durece e tem por padrão a excelência da estatura do varão perfeito - Jesus Cristo. SER PASTOR não é ser super-homem ou semi- deus. É ser homem, comum, normal, mas sobrena- turalmente habilitado para servir ao povo de Deus. É ser homem de verdade e da verdade. É ter os pés no chão do sofrimento, das necessidades e desafios hu- manos e a cabeça no céu das provisões divinas para um mundo carente. SER PASTOR é ser capaz de no mesmo dia sorrir e chorar, celebrar a vida e consolar na morte; é ter co- ração simples como de uma criança para perdoar, e forte como de um gigante, para a sucessão muita vez pavorosa, de experiências traumatizantes. SER PASTOR é viver no tempo, a edificar para a eternidade; é ser construtor de pontes, pelo mistério e ministério da Palavra, entre o pecador perdido e o Salvador do mundo; entre pessoas que se estranham e agridem-se; entre o sem sentido da História e o sen- tido que a Palavra revelada aponta; entre as trevas da ignorância espiritual e a luz do Evangelho da gra- ça; é ser embaixador, a proclamar para os homens de todos os tempos: “Reconciliai-vos com Deus”, por isso que a ele foi entregue o ministério e nele foi posta a Palavra da reconciliação.
  • SER PASTOR é ser um paradoxo vivo: é ser afligi- do e estar sempre alegre; é ser pobre e enriquecer a muitos, e parecer nada possuir, e tudo possuir; é vida que se queima no altar de Deus, entendendo como ventura maior viver e servir. SER PASTOR é participar de uma obra excelente, bela, que dura, que transcende os limites do espaço e do tempo, que glorifica a Deus; é, por isso, o mais belo dos ofícios, a mais gloriosa das missões, o mais compensador dos sacrifícios. Ser pastor requer, entretanto, para que seja ex- periência venturosa, que o homem de Deus viva no centro da vontade do Senhor e tenha a dedicação exclusiva do soldado, a disciplina rigorosa do atleta, a diligência e perseverança do lavrador, a aplicação diuturna do obreiro a dividir bem a Palavra, a abrir caminhos retos para o caminhar seguro e firme do povo de Deus sob seu cuidado e liderança.” Reconhecemos que precisamos da participa- ção ativa de cada um de vocês em nossas vidas para que sejamos pastores assim. Precisamos de suas palavras de exortação, alento, encorajamen- to, aconselhamento e orientação. Precisamos da sua submissão à nossa liderança espiritual e acei- tação da autoridade divina em nossas vidas. Preci- samos de sua amizade, do seu amor cristão e MAIS DO QUE TUDO DAS SUAS ORAÇÕES! Contamos sempre com vocês! Seus pastores, Pr. L. Roberto Silvado; Pr. Márcio Tunala; Pr. Avelino Ferreira; Pr. André Tavares; Pr. Francisco Cordeiro (China); Pr. Guilherme Falcão; Pr. Marcos Calixto; Pr. Marcos Ferreira; Pr. Renato Mendonça; e Min. Sidney Chiabai. Comunico aos membros da Igreja Batista do Bacacheri que o ministro Sidney Chiabai enviou- -nos uma carta, datada de 20 de maio de 2011, comunicando a decisão de encerrar a sua partici- pação como ministro na área de Adoração e Arte de nossa igreja, a partir do dia 31 de julho deste ano. Após esta carta ser apresentada ao Conselho Ministerial, em uma reunião extraordinária no dia seguinte, foi decidido que para apoiar o ministro Sidney e sua família neste momento de transição e expressar o cuidado e amor da nossa igreja: o “múnus eclesiasticus” e o plano de saúde serão mantidos nos meses de agosto, setembro e outubro ou até a data em que ele assuma uma nova posição ministerial. Peço suas orações pela família Chiabbai e pelos líderes da área de Adoração e Artes da IBB neste momento de mudanças. Pr. L. Roberto Silvado COMUNICADO AOS MEMBROS DA IBB
  • por Ariane Chabaribery ad ol es ce nt es 10 Alegria que está no amor de Cristo Quando encontrei o Senhor, os meus problemas não acabaram, mas aquela sensação de estar faltando algo foi preenchida por uma alegria inexplicável de não estar mais só! Somos privilegiados por ter um Senhor que morreu em nosso lugar e anseia ter um re- lacionamento conosco. Encontrei a minha razão de viver no amor de Cristo e me sinto privilegiada por não precisar de dro- gas, álcool, baladas, escolher uma profissão somente para ter status para me sentir feliz e aceita! A maioria das pessoas vive em busca de uma vida cheia de prazer, alegria e satisfa- ção e vivem frustradas por não encontrarem, mas a palavra do Senhor nos diz que fomos criados para o louvor e glória de Deus. Por isso, você que tem um rela- cionamento com Jesus, não busque satisfação em outro lugar, é tudo momentâneo e traz frutos que não são bons para colher e ainda mais, vão te afastar do centro da vontade de Deus, que é boa, perfeita e agradável e que traz muita satisfação. Algumas vezes, perdemos a alegria de ver o Senhor agir em pequenos detalhes de nos- sas vidas, como o fato de ter o que comer o que vestir e tantas outras coisas. Se você nunca experimentou a verdadeira alegria de ter um encontro real com Jesus, e nunca buscou a sua satisfação Nele, não perca mais tempo. Busque sua satisfação na vontade do Senhor, pois Ele é o Deus que sempre tem o melhor para nos oferecer. “Alegrem-se sempre no Senhor. Novamente direi: Alegrem-se!” Filipenses 4.4
  • por Oshamir Pereira Cristão mais ou menos educação cristã 11 Surpreendeu-me a afirmação: “Eu sou mais ou menos um cristão!” Como assim mais ou menos cristão? Ou poderia ser até pior, se fosse dito “cristão mais ou menos”, já que este termina com a palavra “menos”, diferentemente da primeira afirmação que termina com a palavra “cristão”. Mas vamos lá, estas definições parecem aquelas do tipo que relativizam as coisas, algumas vezes ele seria cristão de conceitos, deveres, obrigações, estudante da palavra, praticante delas, outras vezes seria mais ou menos cristão, ou seja MORNO, nem quente nem frio e nós já sabemos qual a opinião de Jesus sobre este assunto, afirmando categoricamente que o Morno será vomitado (Apocalipse 3,16). Terrível não? Quanta tris- teza pode trazer às nossas vidas uma simples resposta, que ao mundo pode ser politica- mente correta porque faz com que todos, em suas opiniões e práticas religiosas, sintam-se seguros, mas que na verdade são perigosíssimas pois nos colocam na beira de uma heresia, embora continuemos a nos dizer cristãos. Tomemos cuidado para não relativizarmos algum procedimento, até mesmo uma sim- ples opinião, porque nós transmitimos o que somos daquilo que cremos e praticamos, mais pelo exemplo. Observemos este procedimento mesmo quando estivermos no mundo e longe dos olhos de uma prática de fé, que ficou muitas vezes na Igreja ao nos despedir- mos domingo a noite.
  • or aç ão 12 por Thiago Chabaribery Nossa juventude na Europa Quando o apóstolo Paulo foi preso, não o prenderam por causa de violência, mas por promover a paz por onde estava passando. Não estava com as mãos cheias de más intenções, mas estava preparado para ser instrumento de Deus, na Judeia. No momento da história que parecia estar tudo acabado para Paulo, Deus abriu novas oportunidades para trabalhos na obra missionária. Quando Paulo estava preso, Deus usou a vida de Lucas dizendo: “Coragem! Assim como você testemunhou a meu respeito em Jerusa- lém, deverá testemunhar também em Roma”. (Atos 23.11). No dia 14 de julho, o grupo EuroCross partirá para a Europa! É precioso poder ver as lindas paisagens da Itália, Portugal e Suíça, mas a partir do momento em que voltamos os nossos olhos para o coração das pessoas que lá vivem, podemos lembrar que TODOS somos peca- dores, e destituídos estamos da glória de Deus. O Senhor se fez presente na vida de Paulo na hora de sua aflição, e no momento em que Paulo poderia desistir e “fechar” a sua agenda para a obra missionária, Deus moveu o impossível. Assim como Deus fez com Paulo, Ele tem feito na vida de cada um que separou a vida para participar da viagem para a Europa. Mesmo com as limitações e dificuldades, Deus tem se mostrado presente em cada de- talhe. O que realmente precisamos para prosseguir com a obra do Senhor é da presença de Deus conosco. Antes de Jesus enviar os seus discípulos até os confins da terra, o mesmo prometeu estar com eles todos os dias, (Mateus 28.18-20) e é essa presença que nos motiva a fazer a Sua obra. “O trabalho de Deus não é feito apenas quando tudo nos vai bem. O semeador rega o solo duro com suas próprias lágrimas. A promessa de vitória, entretanto, é segura, pois quem sai an- dando e chorando enquanto semeia, voltará com júbilo trazendo os seus feixes”. Queremos desafiar a Igreja a orar conosco! Estamos diariamente, às 12h, clamando pelos países e pelos integrantes do grupo. Faça parte desta obra missionária.
  • por Silvanir Silva Uma vida dedicada a Deus células 13 Muitas pessoas pensam que uma vida dedicada a Deus, é só para pastores e mis- sionários, e que as pessoas que desenvol- vem outras atividades não eclesiásticas, não são chamadas para um viver dedica- do ao Senhor. Mas, isto é um engano, todo cristão comprometido como a verdade da palavra do nosso Senhor Jesus Cristo, é convidado a correr uma boa corrida da fé, tendo como alvo a vida eterna com Deus. Todo aquele que confessar o Senhor Jesus como seu Senhor e Salvador deve viver com dedicação a Ele. Na IBB temos visto muitas pessoas comprometidas com esse Senhor e sua obra, por meio do en- volvimento com as células, atuando como líderes, vice-líderes, coordenadores, su- pervisores, essas pessoas têm investido o seu tempo no cuidado de vidas, e através desse compromisso muitas pessoas tem sido salvas, famílias tem sido restauradas, e integradas ao povo de Deus. Esses líde- res entenderam que uma vida dedicada a Deus é um dever de todo crente no Se- nhor Jesus, por isso eles tem se dedicado nesta obra. E você o que tem feito? Você tem dedicando a sua vida ao Senhor, ou a coisas passageiras? “Cumpra a sua missão com fidelidade, para que ninguém possa culpá-lo de nada, e continue assim até o dia em que o nosso Se- nhor Jesus Cristo aparecer.” (I Timóteo 6.14). “Mas você, homem de Deus, fuja de tudo isso. Viva uma vida correta, de dedicação a Deus, de fé, de amor, de perseverança e de respeito pelos outros. Corra a boa corrida da fé e ganhe a vida eterna. Pois foi para essa vida que Deus o chamou quando você deu o seu belo teste- munho de fé na presença de muitas testemunhas.” I Timóteo 6.11-12
  • ag en da 14 RESTAURANTE IBB Venha ter um período de comunhão no almoço e saborear uma deliciosa refeição. Cardápio: bife role; peito de frango grelhado; peixe a milanesa; camarão na moranga; purê de batata (flocos); panqueca de carne moída; lasanha quatro queijos; e cenoura refogada. Saladas, so- bremesas e frutas diversas. APOIO: VIGILANTES DO PESO Toda terça, às 18h30, na IBB. Todos são convidados a conhecer e participar. VIAGEM MISSIONÁRIA - SEMEANDO VALORES Inscreva-se para a ONG NAÇÃO BRASIL, no seu ministério “SEMEANDO VALORES”. Realizaremos uma viagem missionária para Felisburgo - MG, nos dias 10 a 20 de julho. Investimento: R$750,00. Informações com (41) 3356-5108 (Heleninha e Edwarde) ou (41) 3382-5016 (Neto e Rosângela). CURSO CROWN Iniciará uma nova classe no segundo semestre. O módulo é de 13 semanas, as aulas aconte- cem na IBB, toda sexta, das 20h às 22h30. O objetivo do curso é entender finanças à maneira de Deus. Inscreva-se na contra-capa da Revista IBB e coloque no prato do ofertório. Informações (41) 3363-5175 (Filomena) ou (41) 3033-6700 (Aldo). CULTO DE CURA E LIBERTAÇÃO Toda sexta, às 20h, no Salão da Nações. GRUPO FAROL O grupo de apoio a familiares de dependentes químicos, Grupo Farol, em junho estudará o 6º Princípio do Amor Exigente: Comportamento de Pais e Filhos. As reuniões acontecem todas as quintas-feiras no Salão das Nações, das 20h às 22h. Informações (41) 3356-5108 (Edwarde e Heleninha) ou (41) 3203-0593 (Joel e Beatriz). PROGRAMA LINHA DA VIDA 2011 Você está convidado a participar de um café da manhã especial com toda a equipe de voluntá- rios veteranos e novos voluntários que desejam atuar no Linha da Vida. Dia 18/06 às 9h30.
  • Aniversariantes 12/06 12/06 12/06 13/06 13/06 13/06 13/06 13/06 14/06 14/06 15/06 15/06 15/06 16/06 16/06 16/06 16/06 16/06 16/06 16/06 16/06 16/06 16/06 16/06 17/06 17/06 17/06 17/06 17/06 18/06 18/06 18/06 Cíntia Mara Mattoso Sueli de Jesus Capelo Ezequiel Sanches de Almeida Nilma Terezinha S. Carneiro Ricardo Treumann Silva Marilene de Lurdes Santos Juliane Negrele Vieira Luiz Antônio de Souza Deise Lene Thompson Matheus de Azevedo Irma Helen Ribeiro de Souza Gustavo Filoco de Rezende Alaides de Almeida Mendes Lindacir de Souza Jociane Zwerchowski Paulo Roberto Batista Mariane Cogo Iurkoski Esteves da Silva Joy Teles Oliveira Kéli Cristina Campos Michelle Nascimento de Oliveira Sidney Chiabai Alzemir Santos da Silva Junior Marcia Froma Kastner Marcelo Drewello Simone Gonzalez Marinho Martins Marta Friedl B. Treumann da Silva Viviane Leonel Teodoro de Souza Evaldo Macedo Milena Pacheco de Sousa Xavier Lucas Nogueira Freire Lula Tiago Souza Bonetto Heloisa Helena de Oliveira Pereira Regina Celia C. Lourenço 12/06 a 18/06 Go st ar ía m os d e o ra r po r vo cê . S e t iv er u m m ot iv o de o ra çã o, es cr ev a- o aq ui . __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ q Id os o q a du lto q jo ve m q ad ol es ce nt e q c ria nç a A ut or iz o en ca m in ha r e st e pe di do p ar a os g ru po s de o ra çã o q Si m q N ão N om e: _ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ D at a: _ __ __ /_ __ __ /_ __ __ Te le fo ne s: _ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ Q ue m c on vi do u: __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ Fr eq ue nt a al gu m a cé lu la ? S im q N ão q S e si m , q ua l? _ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ _ fa ce bo ok .c om /ib bc ur it ib a | w w w .ib b. or g. br | t w it te r: @ ib b_ cu ri ti ba Compartilhe seu testemu- nho de como sua família tem sido abençoada com as de- vocionais. Envie e-mail para: [email protected]
  • QU ER ID O VI SI TA N TE , M UI TO O BR IG AD O PO R SU A PR ES EN ÇA Pe di m os a g en til ez a de p re en ch er , d es ta ca r e e nt re ga r n o pr at o do o fe rt ór io D at a: _ __ __ _/ __ __ __ _/ __ __ __ _ Se xo : M q F q D at a de N as ci m en to : _ __ __ __ __ __ __ __ N om e: _ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ En de re ço : _ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ _ Ba irr o: _ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ C id ad e: _ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ C EP : __ __ __ __ __ __ __ __ __ _ Es ta do : __ __ __ _ E- m ai l: __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ _ Fo ne : __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ C el . __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ Fr eq ue nt a al gu m a cé lu la ? Si m q N ão q Se si m , qu al ? __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ q D es ej o es tu da r a B íb lia q D es ej o m e ba tiz ar q 1ª V is ita q D es ej o re ce be r J es us e m m in ha v id a q D es ej o co nh ec er m el ho r e st a ig re ja q D es ej o se r m em br o da Ig re ja q D es ej o pa rt ic ip ar d e um a Cé lu la q D es ej o pa rt ic ip ar d e al gu m m in is té rio - Q ua l? _ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ _ q D es ej o m e in sc re ve r n o Cu rs o Cr ow n q Te rc ei ra Id ad e q Ad ul to q Jo ve m q Ad ol es ce nt e q Cr ia nç a Pa rt ic ip a de a lg um a ig re ja ? q Si m q N ão Se s im , q ua l? _ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ _ Q ue m c on vi do u? _ __ __ __ __ __ __ __ __ __ _ Ministério Pastoral SEDE Pr. L. Roberto Silvado Coordenador Geral Família Pr. Márcio Tunala Células e Integração Pr. Avelino Ferreira Idosos Pr. Guilherme Falcão Aconselhamento Pr. André Tavares Juventude Pr. China Infantil Juniores Compaixão e Justiça Pr. Marcos Stier Calixto Missões Oração Pr. Marcos Paulo Ferreira Educação Cristã Pr. Renato Mendonça Comunicação Min. Sidney Chiabai Adoração e Artes MISSÕES LOCAIS Pr. Bartolomeu C. Souza Esperança Viva, Vila Zumbi - Colombo Ev. Joel Lima da Silva PIB Bocaiúva do Sul Pr. Jason John Butler (Interino) Igreja Internacional - Curitiba Ev. Rodrigo Otávio Geronasso Piraquara Ev. João Batista Fazenda Rio Grande fa ce bo ok .c om /b ac ac he ri | w w w .ib b. or g. br | t w it te r: @ ib b_ cu ri ti ba Conheça o espaço do visitante e receba um kit presente da IBB!
Fly UP