System is processing data
Please download to view
...

Preparar Sua Loja Virtual Para o Fim de Ano Requer

by flavia-pivetta

on

Report

Category:

Documents

Download: 0

Comment: 0

212

views

Comments

Description

vendas
Download Preparar Sua Loja Virtual Para o Fim de Ano Requer

Transcript

Preparar sua loja virtual para o fim de ano requer investimento em estoque, reforço na mão de obra e na logística, para dar conta das entregas, cuidado extra com o atendimento e, principalmente, a criação e divulgação eficaz de promoções atrativas para trazer novos clientes para o seu site. Tudo isso precisa ser pensado com bastante antecedência, para que você tenha tempo de negociar com fornecedores, contratar e treinar pessoas, preparar materiais – enfim, deixar tudo funcionando bonitinho para o grande momento. É importante, também, não perder de vista o cuidado com a saúde física e mental. Esse é um período de longas horas de trabalho. Aumentam os pedidos e o faturamento, mas também aumenta a pressão e as possíveis reclamações. Por isso, você deve estar pronto para enfrentar essa maratona sem perder a calma. Mapeie o seu estoque O primeiro passo é fazer uma análise detalhada do seu inventário, levantando quais são os produtos mais vendidos, os que mais têm a ver com o Natal e a quantidade disponível de cada item. Nesta etapa, o histórico de vendas e o controle de entrada e saída de produtos vão ajudá-lo bastante, além, é claro, do conhecimento sobre seu cliente. Faça uma projeção da quantidade necessária de cada mercadoria que você precisa ter nas prateleiras para atender a demanda que vem por aí. Esteja atento: se mesmo assim você ficar sem estoque, tire ou indisponibilize o produto de seu site. Converse CoM os forNecedores Seus fornecedores já falharam com você mais de uma vez? Se a resposta é sim, talvez seja o caso de rever as parcerias. Se você está satisfeito com o trabalho deles, então sente e converse sobre os prazos e a capacidade máxima de demanda que pode ser atendida no período. Faça isso com o máximo de antecedência possível, pois seus concorrentes também aumentarão o volume de pedidos. Se for você quem fabrica seus produtos, o ideal é reforçar a linha de produção com, pelo menos, três meses de antecedência. Cuidado CoM os exageros Sim, faltar produtos não é legal, mas ficar com estoque encalhado também não é bom. Com medo de não conseguir atender os clientes, algumas lojas podem exagerar na quantidade de peças estocadas e depois ficar com uma sobra grande, ao passar o período das festas. Para se livrar delas, a melhor solução é apelar para queimas de estoque e megaliquidações, que pode Faça uM coNtrole rígido É de extrema importância controlar a entrada e a saída de cada mercadoria e acompanhar a logística, evitando, assim, prejuízos com entregas erradas ou duplicadas. Na época do Natal, além da quantidade de entregas aumentar, o que já exige um cuidado redobrado, há também uma demanda grande por trocas. E se você não mantiver um controle rígido de seu estoque, vai acabar fazendo troca errada e comendo muita bola nas entregas. Existem alguns programas que ajudam a organizar esse fluxo, mas uma planilha de controle já é um começo. Automatizar esse processo o ajudará bastante. integre os sistemas Esta dica é valiosa para quem atua nos planos físico e virtual paralelamente, mas não deve ser descartada pelas lojas que são somente virtuais. Todos os setores da empresa precisam “conversar”. O estoque precisa estar conectado às vendas, para que quando um produto for comprado, a baixa no estoque aconteça imediatamente. As lojas que também atendem fisicamente precisam integrar os dois estoques para que não haja confusão. Fazer essas “pontes” manualmente é uma tarefa complicada. Dependendo do tamanho de sua operação, o mais recomendável é contar com um sistema de ERP. orgaNize-se Deixar os produtos engatilhados para a entrega e separados de acordo com alguns critérios pode facilitar bastante o seu trabalho. Divida os produtos por categoria e adiante o que é possível adiantar. Por exemplo: por que não deixar os produtos mais populares devidamente embalados desde já? 1-Abasteça seu estoque Saber como controlar melhor o estoque para não faltar produto nas prateleiras e negociar descontos com fornecedores são os primeiros passos. 2-Reforce sua logística Noventa e oito por cento das queixas relacionadas ao e-commerce são referentes a atrasos na entrega. É importante como fugir dessa estatística, alinhando prazos com as transportadoras, reforçando a equipe e deixando produtos pré-embalados. 3-Atenção ao atendimento Respostas rápidas e eficientes são essenciais para evitar frustrações e reclamações, especialmente nesta época do ano. A equipe precisa estar preparada para fazer um atendimento impecável. 4-Invista em promoções Oito em cada dez consumidores buscam ideias e preços na internet antes de fazer uma compra, seja ela online ou não. O guia dá dicas de como fisgar esse cliente, criando promoções eficazes e divulgando-as com as ferramentas certas. 5-Use o poder do e-mail marketing Importante aliado de quem quer manter um canal aberto com o cliente, o e-mail marketing é uma arma indispensável para divulgar suas ofertas. É preciso usá-lo a favor do lojista, sem que vá parar na caixa de spam. 6-Prepare-se para as liquidações de fim de ano Black Friday, Cyber Monday e Boxing Day são excelentes oportunidades para vender mais. A infraestrutura tem que estar pronta para aguentar os picos de acesso e os descontos tem que ser reais (nada de aumentar o preço antes para baixar depois). 7- Calendário Planeje-se na reta final. Deixou tudo para a última hora? Preparamos um calendário com as principais ações para o empreendedor tomar e correr atrás do tempo perdido. 8-Mantenha a calma em meio ao caos Com tantas tarefas a cumprir, o lojista pode se sentir sobrecarregado e entrar em parafuso. O material dá dicas para resolver as pendências com mais tranquilidade. O período que antecede o Natal é de lojas cheias e muita correria. Na internet, não é muito diferente. Veja como aproveitar as mudanças no comportamento do consumidor típicas desta época do ano. Ajude os atrasadinhos. As vendas costumam aumentar mais de 70% na semana do Natal. Por isso, reserve boa parte de sua verba para este período e deixe claro, tanto no anúncio, quanto em sua página de destin,o que sua loja é capaz de entregar o pedido até o Natal. E, obviamente, crie as condições logísticas necessárias para que isto ocorra. Aproveite as segundas. Próximo ao Natal, muitas pessoas utilizam o final de semana para pesquisar mais sobre preços e produtos, muitas vezes não só online, mas também presencialmente. No entanto, curiosamente, a decisão de compra online costuma ocorrer nas segundas. Por isso, crie condições especiais que estimulem a compra neste dia. Lembre-se dos dispositivos móveis. As vendas de smartphones e tablets não param de crescer. Como estes são canais tipicamente utilizados em momentos de correria e micro tédio, o momento não poderia ser mais oportuno. Na hora de criar sua campanha, ative a exibição em dispositivos móveis e crie extensões que facilitem as ligações telefônicas para seu negócio. Fique atento aos concorrentes, mas não se desespere. Neste período o mercado costumam elevar seus lances. No entanto, você pode ir por um caminho oposto. Ao invés de gastar mais com lances mais altos, analise a qualidade de seus anúncios e veja como sua página de destino pode ser melhor. Afinal, mesmo com um lance inferior, você pode estar à frente de concorrentes que pagam mais, desde que seu índice de qualidade seja maior. O pós-Natal também vende. Muita gente deixa para comprar após o Natal, na expectativa de preços menores e condições promocionais. Atenda esse anseio com promoções generosas e deixe claro em seus anúncios os benefícios em comprar com você. Mas importante: inicie este tipo de campanha apenas após o Natal. Do contrário, isso só irá canabalizar suas vendas. Revista AGAS - No que os supermercados podem se diferenciar para atrair mais clientes? Mario Persona - Acredito que o investimento na ambientação é importante nessa época, principalmente porque os clientes costumam ir acompanhados de seus filhos. Mesmo que um supermercado não tenha brinquedos ou produtos infantis em suas gôndolas, uma decoração adequada, com música, bonecos e coisas do tipo, pode criar um ambiente atraente para as crianças, as quais podem influenciar seus pais na hora de escolher onde comprar. Transformar o ambiente de compras em um cenário de passeio e descobertas pode ser uma estratégia interessante para alguns estabelecimentos. Outra idéia é de criar promoções segmentadas, pois pessoas de um determinado segmento costumam se comunicar e atrair novos clientes. Um supermercado que anuncie algum atrativo para, por exemplo, a melhor idade, acabará se transformando em assunto nas rodas de conversa dessas pessoas. Hoje existe uma gama de produtos direcionados à terceira idade, e este segmento não é apenas grande consumidor, mas um importante formador de opinião. Muita gente segue o conselho dos pais ou dos avós na hora de fazer as compras. A promoção por segmentação pode atingir também atletas, estudantes, profissionais de estética, apaixonados por vinhos e até proprietários de animais de estimação. A grande vantagem da promoção segmentada é transformar os clientes em divulgadores da mensagem. Revista AGAS - E a apresentação dos itens, faz diferença? Por quê? Mario Persona - Evidentemente. Antes de comprarmos de fato, compramos com os olhos. Uma distribuição estratégica dos itens nas gôndolas ou sua associação às festas de final de ano pode fazer grande diferença na hora de atrair o olhar e despertar o desejo dos clientes. Revista AGAS - Como agregar mais valor aos produtos, visto que todos os supermercados acabam oferecendo mais ou menos os mesmos? Mario Persona - Sempre que algo se transforma em commodity, o valor deve ser criado por quem vende e pelo serviço agregado. Deve existir sempre um algo mais, se o supermercado quiser sair da vala comum dos produtos commodity. Este algo mais pode ser tanto um atendimento impecável, para o que os colaboradores devem receber treinamento contínuo e de qualidade, como também serviços de entrega, listas de compras, parcerias com serviços e produtos oferecidos por chaveiros, drogarias etc. Revista AGAS - Como deve ser a divulgação? Mario Persona - Toda comunicação deve ser no sentido de se criar valor. É claro que já virou hábito entre os supermercados divulgar seus produtos pelo preço mais baixo, mas isso os leva àquela guerra em que os pequenos estabelecimentos sempre saem perdendo. Então o jeito é ser criativo e, sem deixar de promover os produtos que efetivamente possam atrair clientes pelo preço, criar novas formas de se comunicar com seu público. Lembro-me de um supermercado que distribuiu um impresso com suas promoções de vinhos. O que tinha de diferente é que, no mesmo impresso, os vinhos eram divididos por tipos e havia uma explicação da origem daquele tipo de vinho, algo sobre a uva da qual era feito, características de paladar e até sugestões de acompanhamentos, como carnes, aves, peixes, queijos etc., que podiam ser encontrados no mesmo estabelecimento. Criar cestas de produtos de baixa caloria, por exemplo, é uma forma interessante de atrair a atenção dos clientes numa época quando todo mundo se preocupa com o peso. Conheço um estabelecimento que, na área de hortifruti, traz informações sobre a composição das diferentes frutas e verduras, com sugestões dos incrementos que podem ter na saúde de seus consumidores. Transformar a experiência de compra em algo significativo é uma boa forma dos estabelecimentos fugirem da guerra de preços e criarem uma marca de valor na mente de seus clientes. Revista AGAS - E os presentes, podem ser comprados todos no supermercado? Mario Persona - A variedade de opções de compra que a Internet trouxe para o consumidor tornou o trabalho dos supermercados mais difícil. Se posso escolher entre centenas de fornecedores, dificilmente irei a um supermercado comprar o que desejo, a menos que não queira esperar pelo item ou deseje ver antes de comprar. Por isso é importante o supermercado investir principalmente nos presentes que são comprados por impulso, cuidando muito bem de associar o produto à data, tornando-o extremamente atraente ou criando sugestões de quem poderá ficar contente com aquele presente. Criar, por exemplo, um mini-cenário representando o estilo da vovó pode ser uma idéia de como conjugar produtos e cenário para estimular a idéia de compra no consumidor. Revista AGAS - Qual o papel do verão nas vendas de um supermercado? Como ele pode explorar essa estação do ano para vender mais? Mario Persona - O verão se transforma no grande acontecimento do momento, quando se apagam as luzes do natal. No período após o natal, muitos produtos entram em hibernação nas gôndolass. É preciso uma dose maior de comunicação para vender justamente no período de apatia às compras que vai do final de dezembro até o carnaval. As pessoas gastaram o que podiam e o que não podiam com presentes e já não estão interessadas em produtos de alto preço, mas podem ser sensibilizadas a comprar produtos de baixo preço se perceberem neles a possibilidade de desfrutar melhor do verão. A propaganda de bens de consumo neste período deve se revestir também de um caráter imediatista e promocional, sem grandes preocupações com o institucional. O momento é de descontração e quem comunica deve aproveitar isso. A mente do consumidor neste período não está configurada para comprar conceitos muito complexos, portanto qualquer comunicação, principalmente de produtos de consumo rápido, deve trazer a descontração que o período exige. É claro que a construção da marca também é importante nesse período, mas isso exige uma estratégia de comunicação mais de longo prazo. Verão é momento de promoção rápida da marca, não de sedimentação, ainda que os resultados colhidos nesse período possam ajudar a sedimentar a marca ao longo da vida do produto. Oficialmente faltam pouco mais de 60 dias para o Natal. Mas, pra quem trabalha em vendas, ele já chegou! Sabe por quê? Porque se você quer ter um Feliz Natal em Vendas este ano precisa começar a pensar nas estratégias AGORA. Com isso em mente, nós, da Tekoare, resolvemos preparar um material especial para ajudar os varejistas brasileiros a fazerem do Natal de 2013 o melhor em vendas da sua história. Serão artigos que apresentarão problemas comumente enfrentados por quem trabalha no varejo neste período do ano, respostas para dúvidas mais frequentes, dicas especiais para você vender mais e histórias divertidas para fazer você aprender mais facilmente. O primeiro post desta série será publicado semana que vem, mas já posso adiantar para você um pouco sobre o tema. Vamos falar sobre Planejamento – de ambiente, de equipe, de estoque e assim por diante. Vamos fazê-lo entender que está nesta fase o grande segredo para o sucesso. Mas enquanto não começamos este trabalho quero pedir a você uma coisa: reúna-se com sua equipe e, juntos, reflitam sobre Planejamento focado no Natal. Parem para pensar sobre o que vocês precisam fazer entre hoje (18/10/2013) e o Natal para garantir que o Papai Noel traga muitos presentes a todos vocês e seus familiares. Engaje-se na causa “Melhor Natal em vendas de todos os tempos” e aguarde nosso próximo post. Ele vem cheio de boas dicas pra você. perfil_claudio_diogo_home_tekoare_oPara ter certeza que não vai perder esta série assine nossa newsletter preenchendo o formulário que fica no rodapé desta página. Garantiremos que os posts chegarão direto na sua caixa de entrada. Forte abraço e boas vendas, Na sexta passada contei aqui que estávamos preparando um especial de Natal, LEMBRA? O nosso objetivo é fazer com que você tenha em mãos tudo o que precisa para fazer do Natal deste ano o melhor em vendas de todos os tempos. Para começar, decidi falar sobre o Planejamento deste período, mais especificamente sobre a escolha dos seus “duendes”, o recrutamento dos vendedores, a formação da sua equipe. Afinal, sozinho você não vai conseguir ter um Feliz Natal em Vendas. E quando eu falo em equipe não falo só em vendedores. Para conseguir bater recordes de vendas este ano você precisa contar com o apoio de fornecedores confiáveis, pessoal de atendimento bem preparado, dependendo do seu ramo bons serviços de logística são essenciais… enfim, precisa de um verdadeiro time. Mas o nosso assunto aqui, claro, é o time de vendas. Sobre isso, está mais do que na hora de você parar e avaliar: 1) Sua equipe já está completa? 2) Se sim, que treinamentos especiais você vai oferecer aos profissionais do seu time para ajudá-los a enfrentar o fim de ano com o preparo e a motivação necessários para que todos saiam ganhando? – Vamos falar mais sobre treinamento a seguir. 3) Se não, que tipo de profissionais você ainda precisa? Você sabe como e onde encontrá-los? O que você pretende oferecer como benefício aos novos integrantes da equipe? Como você pretende premiar esses “duendes” ao fim do período de vendas pré, durante e pós-Natal? Já adianto: se você quiser começar a vender sem antes pensar nisso vai se decepcionar. Não dê um passo à frente sem antes concluir esta etapa. Como as respostas às perguntas dependem muito do seu ramo de atuação, o que eu posso dizer é: valorize a boa formação do time de vendas de Natal. Os resultados só virão se você tiver uma equipe forte. Lá na frente você vai me agradecer por esse conselho. Depois disso, vem a parte em que eu posso efetivamente ajudar você independente do seu ramo de atuação: a etapa de “como começar o treinamento para vender mais no Natal”. O que todo mundo precisa saber Esqueça tudo o que aconteceu com as vendas da sua loja/empresa ao longo deste ano. No Natal o pensamento deve ser completamente diferente. Primeiro porque neste período mais de 75% dos clientes que entram na sua loja entram para comprar presentes, e não para comprar algo que eles mesmos vão usar. E isso faz com que a maneira como os vendedores devem conduzir o processo da venda seja completamente diferente. O grande papel da equipe de vendas que atua neste período do ano é entender qual mensagem o cliente quer passar comprando aquele presente. É preciso entender o motivo que faz ela querer comprar algo para outra pessoa. Ou seja: o trabalho é, sim, dobrado. É preciso entender o motivo de compra do cliente E do presenteado. E isso faz a diferença em todo o processo. Depois porque quase 70% das pessoas não consideram preço como fator determinante de compra na hora de escolher o presente de Natal de quem amam. Elas estão dispostas a pagar um pouco mais para levar um produto que encante. Quer vender mais no Natal? Aposte em kits e embalagens! Nesse sentido, embalagem e preparação de kits que reúnem diversos produtos são poderosos diferenciais competitivos. As embalagens conquistam pela aparência, e os kits pelo conteúdo. Além de serem atraentes aos olhos dos clientes, os kits aumentam naturalmente o tícket médio de compra, o que para aumentar a lucratividade é excelente! Você pode, por exemplo, juntar um sapato e uma bolsa em um kit, uma bolsa e um cinto, um brinquedo e um calçado infantil, um perfume e um sal de banho, biquíni e protetor solar… enfim, basta analisar seu mix, ver o que pode formar um kit, usar a criatividade e vender! As pessoas valorizam isso, mas os vendedores, as empresas, não fazem nada (ou fazem muito pouco) para fazer venda adicional, e acabam perdendo dinheiro por isso. E o que isso tem a ver com treinamento? Simples: tudo isso precisa ser ensinado aos membros da equipe logo que eles entrem na sua empresa. Ensinando isso você vai formar uma equipe consciente e ainda aumentará as chances de ouvir dos seus colaboradores ideias inovadoras para aproveitar essas características especiais do Natal para vender mais. Obviamente que a capacitação técnica de vendas é fundamental para o sucesso, mas no Natal simples atitudes, o entendimento de que essa é uma época diferente e o preparo para lidar com essa época são, de longe, mais importantes do que saber técnicas de negociação e fechamento, por exemplo. No varejo, o que faz diferença é atendimento, você ter o que seu cliente quer comprar de presente e você entregar do jeito que ele sonhava. Pense nisso, forme uma equipe vencedora, capacite os membros dessa equipe e inicie sua corrida pelo Natal mais feliz dos últimos anos. claudiodiogo_releaseSemana que vem avançaremos mais etapas na corrida pelo Natal ideal. Não deixe de nos acompanhar! Sucesso! Considerada como a data mais importante para o varejo, o Natal é sinal de fé, emoção, recordação e de homenagens, além de representar o final de mais um ano. Com a aproximação do período natalino, o profissional de vendas, indiferente da área de atuação, precisa conciliar ações e palavras para demonstrar que o Natal é um momento determinante para atrair novos clientes e apresentar resultados coerentes. Vender no período atual exige disponibilidade de tempo, organização, controle emocional, vontade de vencer e capacidade para superar objeções, bem como, o treinamento de praticar continuamente o exercício de falar menos e ouvir mais. Alguns empresários e profissionais do setor varejista podem alegar que, em decorrência da crise econômica mundial, não há possibilidade de investir em decoração natalina. Crie opções inovadoras observando e testando o que realmente funciona para atrair novos clientes. Você já pensou na possibilidade de colocar uma árvore de Natal decorada substituindo os enfeites tradicionais, por um cartão com o nome de cada cliente ou a fotografia de cada funcionário da sua organização? Além de valorizar seu cliente, com esta sugestão, estará melhorando o clima de trabalho. Outro ponto importante a ser observado, para inovar neste período natalino é um atendimento coerente com o clima e sentimentos provocados por esta data. Não existe uma fórmula mágica, ou uma poção retirada da cartola de um mágico, capaz de transformar uma pessoa de forma adjacente, eficaz e imediata, no melhor vendedor de uma organização da noite para o dia. Não existe uma solução pronta, capaz de fazer um atendimento ser o mais diferenciado, se não existir treinamento, empatia e respeito ao cliente. Trabalhar o clima do Natal como fator diferencial - ao usar uma touca vermelha na cabeça, ou trabalhar diariamente com uma camisa estampada com o tema da campanha promocional, o profissional de vendas fortalece mais uma vantagem competitiva sobre seus concorrentes, que pouco ou nada fazem, para oferecer uma maior identificação do período natalino. O sistema de som da loja pode ser utilizado como uma ferramenta estratégica para contribuir no atendimento, pois em determinados momentos o gerente, supervisor ou o líder de vendas, podem realizar uma saudação em nome de toda a equipe aos clientes que estão naquele momento dentro da loja, contribuindo para criar um canal de comunicação, impulsionando o relacionamento com o cliente e enfatizando o clima natalino. O cliente ao perceber que toda a loja está comprometida em oferecer um atendimento diferenciado, se encanta com a receptividade, retorna posteriormente para realizar novas compras e, traz consigo novos clientes. Fortalecer a competência de lidar com pessoas – levando em consideração, o desgaste físico e emocional gerado por horários estendidos de jornadas de trabalho, compostas de oito, dez, ou até mesmo, de doze horas diárias, o profissional de vendas precisa, neste período natalino, encontrar disposição para atuar com um grau de emoção ainda maior junto aos clientes, fortalecendo a competência de gostar de lidar com pessoas. Como o desenvolvimento das competências ocorre por meio de aprendizagem, o profissional neste cenário contemporâneo necessita assumir iniciativas, seguindo além das atividades prescritas e tendo a capacidade de compreender e dominar novas situações de trabalho. De nada adianta, investir em uma vitrine, colocar uma imensa árvore natalina, se o atendimento oferecido ao cliente é ineficaz, incoerente e inapropriado. O profissional de vendas necessita fortalecer a competência de oferecer o que há de melhor, mesmo sabendo que será preciso mostrar vários produtos. Coerência entre a vitrine e o atendimento apresentado – deixe para o seu concorrente a oportunidade negativa de fazer o cliente entrar na loja e refletir se deve esperar o atendimento ou sair para procurar outra loja. Um atendimento prestativo, gentil e com um sorriso leal de cordialidade, gera resultados surpreendentes permitindo ao cliente perceber que há uma coerência entre o que está apresentado na vitrine e o que está sendo oferecido na parte interna da loja. Toda a equipe precisa trabalhar unida, demonstrando que além da vitrine, o atendimento apresentado oferece um papel determinante e um poder de sedução absolutamente inquestionável. Acredite que quando há uma sintonia entre a vitrine e o atendimento, ocorre uma identificação do cliente com o produto, permitindo uma maior flexibilidade para expandir seu potencial de venda. Quando um estabelecimento comercial realiza a decoração natalina de forma adequada ao perfil do público alvo e oferece um atendimento diferenciado, está gerando uma maior identificação na mente do consumidor, até mesmo, porque promoção há inúmeras neste período, entretanto, comprometimento para fidelização do cliente há pouco. O profissional de vendas neste período contemporâneo necessita servir com flexibilidade todas as expectativas, gostos, vontades, hábitos e desejos de cada consumidor, pois quando um cliente entra em um ambiente motivado pela decoração da vitrine, não deseja somente avaliar o produto ou questionar o valor, mas espera o mesmo sentimento de encanto no visual apresentado. Observe que ao realizar e oferecer um atendimento diferenciado, o profissional de vendas estará encerrando o ano dentro das previsões de ascensão pessoal e contribuindo para que o movimento do estabelecimento comercial seja mantido nas próximas datas comemorativas. Todos sabem que o Natal é momento áureo do varejo brasileiro. Aguardamos por ele sempre com grande expectativa e certeza de bons negócios. Porém, este pode ser nosso maior erro! Artigo do palestrante Carlos Hilsdorf com dicas para estratégias para as vendas de Natal. Carlos Hilsdorf, 15 de dezembro de 2011 inCompartilhar Todos sabem que o Natal é momento áureo do varejo brasileiro. Aguardamos por ele sempre com grande expectativa e certeza de bons negócios. Porém, este pode ser nosso maior erro! Eu sei que você estranhou a frase anterior. Explico: seria um erro esperarmos pelas vendas de natal apenas com expectativa! Devemos esperar pelo natal com o melhor planejamento e com estratégias eficientes para aproveitar não somente o que o momento mais aquecido das vendas pode nos oferecer, mas o que nós podemos obter dele. Calculamos sempre o que vendemos a mais num período como este, mas esquecemos de calcular quanto deixamos de vender (vendas perdidas) e o quanto poderíamos ter vendido a mais (vendas não realizadas). Ou seja, o grande erro é deixar as vendas somente por conta do natal... Elas são responsabilidade nossa, consideremos a época de natal como um grande incentivo adicional, mas não nos descuidemos de todos os detalhes necessários para obter o resultado máximo! Qualquer comportamento que não seja este equivale a acreditar que Papai Noel resolverá todos os nossos problemas descendo pela chaminé da loja... Quando é que os carnavalescos de São Paulo e Rio de Janeiro começam a preparar suas próximas apresentações? Exatamente! No dia seguinte ao término do carnaval atual. Porque os varejistas só começam a pensar no natal na segunda metade de Novembro? O planejamento para o natal do próximo ano deve começar assim que terminarem as comemorações do natal deste ano! Algumas sugestões: 1) Crie uma decoração própria de Natal: saia do básico com bolas tradicionais, festão e bonequinhos já desgastados de Papai Noel. Crie a sua atmosfera de Natal! Ela deve ser cativante, alegre, criativa e inovadora. Que seus Papais Noéis sejam verdes, laranja ou azuis, homens e mulheres, crianças e adolescentes, mas, sobretudo, diferentes dos demais. Que a iluminação e aromatização da loja celebrem uma época especial de paz, esperança, harmonia e renovação. Não se esqueça do aniversariante! Claro, sem transformar a loja em um templo, tente "materializar" a presença de Jesus em mensagens de natal espalhadas pela loja, na entrada, no check-out e, principalmente, no coração. 2) Crie promoções próprias. Além dos itens tradicionais de maior consumo nesta época, opte por trabalhar outros itens do mix pouco trabalhados pelos seus concorrentes. Não seja mais uma loja na multidão, mas sim uma loja o­nde se sente e vive o espírito de natal! 3) Faça uma seleção própria de músicas (não apenas natalinas) alegres e motivadoras, emocionantes e significativas para que as pessoas sejam tocadas pelo som que escutam em sua loja e não tenham que ouvir a AM ou FM de sempre, às quais sequer dão atenção. Lembre-se: em uma loja, tudo que não vende atrapalha as vendas! 4) Ofereça algo único, um cartão (físico ou virtual), uma mensagem, um serviço adicional, um brinde (útil), algo pensado especialmente para o seu cliente. Nossos clientes têm que perceber que pensamos neles mesmo quando eles não estão nas lojas. 5) Crie um visual novo para os colaboradores da sua loja, é certo que um gorro de Papai Noel já dá um ar de natal, mas você é capaz de pensar em algum muito melhor! 6) Crie listas de sugestões ou gôndolas especiais para promover diferenciais nos quais você tenha investido e a concorrência não. Natal é época de produtos diferentes, não ofereça apenas o básico do dia a dia oferecido durante o ano... 7) Exiba um vídeo em uma TV LCD com uma mensagem de Natal profunda, cheia de amor e fé na vida. Se puder, contrate uma empresa para produzir um só seu, se não, use um dos nossos da internet ou busque outro no Youtube, com alta resolução. 8) Não permita que seus colaboradores confundam agilidade com pressa. Loja cheia significa agilidade no atendimento e não pressa. A pressa faz cair a qualidade do atendimento e diminui as vendas! 9) Mantenha o gerente o mais livre possível de outras atribuições para que ele possa monitorar a qualidade do atendimento e facilitar negociações e decisões de clientes difíceis ou muito indecisos. 10) Certifique-se que quando o cliente sair da sua loja você tenha oferecido a ele uma excelente razão para lembrar com alegria de ter comprado de você! Converse com toda sua equipe, busque sugestões de produtos, promoções, campanhas. Descubra todos os detalhes que permitem a você criar um natal diferente para os seus clientes. Não se contente com o aumento natural de vendas que a época de natal traz. Faça tudo a seu alcance para superar suas mais otimistas expectativas de venda. Use toda a sua determinação, inteligência e dedicação para superar as melhores metas que você tenha estabelecido para o natal deste ano. Faça por merecer! Não espere pelo Papai Noel, faça você com que o natal dos seus clientes seja Mágico! Eu desejo que cada pessoa que entrar em sua loja tenha a chance de perceber o valor da sua história de vida, suas vitórias e superações. Que elas se emocionem por perceber que você pensou com carinho no natal delas e, que, sobretudo, Jesus, o divino aniversariante, é a razão maior de todas as nossas alegrias! Feliz Natal e um resultado em vendas muito, mas muito maior do que aquele que você pensou em pedir para o Papai Noel! Prepare-se para o Natal As preparações para o natal não são exclusivas para as lojas físicas. Assim como os shoppings fazem preparações e campanhas de natal com lojas abertas até mais tarde e cupons de presentes, os sites de e-commerce também devem se preparar, otimizando suas operações e intensificando as campanhas de marketing para aumentar significativamente seu faturamento. O layout no natal deve beneficiar produtos que tem grande demanda, produtos que tenham grande margem e produtos com estoque compatível com a demanda no natal. A página do produto é importante para uma infinidade de razões, apresentando as informações importantes para o processo de decisão de compra. Nesta página pode haver sugestões de outros produtos visitados e até uma compra casada. Torne a página interativa, incluindo avaliações de produtos, comentários e botões de compartilhamento em redes sociais. Plataforma Negocie com seus fornecedores um maior uso de sua capacidade tecnológica. Dentre eles o sistema Anti fraude, Gateway de pagamento, Servidor e a capacidade de acessos no site. Evitando perda de venda devido a problemas como site fora do ar, lentidão no processo de aprovação de compra site sobrecarregado. Logística Negocie com seu fornecedor uma maior demanda para natal, não prejudicando os prazos de entrega. É aconselhável procurar outras empresas de logística para garantir que seu cliente receba seu produto a tempo do natal.O desenvolvimento de uma embalagem diferenciada para o natal pode surpreender positivamente seu cliente.Oferecer a opção de embalagem para presente e possibilidade de incluir cartão de natal. Atendimento e pós venda O SAC deve estar preparado para atender a alta demanda no natal. A empresa deve ter capacidade de atender solicitações antes e depois da data. O numero de chamados posteriores ao natal tendem a ser maiores que o anteriores. Apesar da alta demanda do natal o SAC deve manter a qualidade e não decepcionar o cliente no pós venda. Gerando valor para o cliente e incentivando uma próxima compra. Campanhas Seus clientes devem saber que seu e-commerce já está preparado para o natal. Utilize meios de comunicação como e-mail e redes sociais para informar que a temporada de natal já começou. Utilize o e-mail marketing para divulgar uma oferta de natal atraente. Com o crescimento das vendas no período do natal, seu site deve estar preparado para atender bem os clientes e aumentar significativamente seu faturamento. Esse post cita alguns pontos que devemos estar atentos para desenvolver qualquer tipo de oferta. É claro que não explica todas as possíveis maneiras de melhorar seu desempenho, mas esses itens são fundamentais para o sucesso do seu negócio.
Fly UP