• 1. PONTUAÇÃO JANAINA MORAES
  • 2. QUESTÃO DE PONTUAÇÃO Todo mundo aceita que ao homem Cabe pontuar a própria vida: Que viva em ponto de exclamação (dizem: tem alma dionisíaca); Viva em ponto de interrogação (foi filosofia, ora é poesia); Viva equilibrando-se entre vírgulas E sem pontuação (na política); O homem só não aceita do homem Que use a só pontuação fatal: Que use na frase que ele vive, O inevitável ponto final. João Cabral de Melo Neto
  • 3. A língua falada possui a pausa , a entonação, a altura de voz, entre outros para contribuir para a construção da mensagem. Na língua escrita, esses recursos não podem ser utilizados e para substituí-los, embora de forma imperfeita, são usados os sinais de pontuação.
  • 4. PONTO (.) Emprega-se o ponto para: 1. Encerrar frase declarativa. Ex.: Não quero saber de conversa. 2. Encerrar frase imperativa. Ex.: Pegue esse anel para mim. 3. Marcar a abreviatura. Ex.: Obs. (observação), Mat. (matemática), Port. (português).
  • 5. PONTO DE EXCLAMAÇÃO (!) É usado : 1. Nas frases exclamativas, isto é, aquelas que indicam surpresa, medo, alegria , espanto, etc... Ex.: Isso é muito interessante! Não podemos continuar assim! 2. Após verbos imperativos. Ex.: Vá embora! 3. Depois de interjeições e locuções interjeitivas. Ex.: Ah! Ufa! Uau! Nossa! Beleza! Minha nossa! Que bom! Que pena! Sei demais!
  • 6. PONTO DE INTERROGAÇÃO (?) É usado: 1. Em frases interrogativas, isto é , em perguntas diretas. Ex.: Você não quer jantar? Por que o país não enxerga os miseráveis? Não vou não, por quê? 2. Pode ser usado junto com o ponto de exclamação para indicar um grande admiração ou surpresa. Ex.: Eu?! Tem certeza?
  • 7. VÍRGULA (,) É usada para : 1. Destacar elementos intercalados como a conjunção e um adjunto adverbial. Ex.: Choveu muito, o chão está, pois, molhado. Estes rapazes, sem dúvida, devem ser transferidos para outra turma. 2. Separar o aposto. Ex.: Marcos, o capitão do time, foi o primeiro a entrar em campo 3. Separar elementos repetidos. Ex.: Aquela senhora tinha o corpo magrinho, magrinho.
  • 8. 4. Destacar o adjunto adverbial que venha no início da frase. Ex.: No final das aulas, os alunos saíram apressadamente. 5. Destacar os pleonasmos antecipados ao verbo. Ex.: Os meninos, eu os vi no jardim. 6. Isolar o vocativo Ex.: Professor, posso sair mais cedo? 6. Separar itens de uma enumeração ( termos que exercem a mesma função sintática). Ex.: João, Pedro e Antônio chegaram muito tarde. 7. Separar, nas datas, o nome do lugar. Ex.: Cabo Frio, 1º de maio de 2013. 8. Indicar a supressão de uma palavra subentendida. Ex.: Todos os convidados chegaram cedo; com eles, o diretor da empresa. (o verbo chegar está subentendido na 2ªoração)
  • 9. 9. Separar orações coordenadas . Ex. Vim, vi e venci. Estudou bastante, mas não conseguiu aprovação. OBS. : Separam-se por vírgulas as orações coordenadas iniciadas por “e” quando a conjunção vier repetida. Ex.: As crianças gritaram, e choraram, e reclamaram.... 10. Isolar as orações intercaladas Ex.: É preciso muita ordem, dizia ele, para chegarmos a alguma conclusão. 11. Para separar as orações subordinadas quando vem antes da principal. Ex.: Quando a saímos, a chuva já tinha começado. 12. Isolar as orações adjetivas explicativas. Ex.: O velho capitão, que ainda era forte, recebeu-nos com entusiasmo.
  • 10. PONTO E VÍRGULA (;) É usado para: 1. Separar os itens de uma enumeração (comuns em leis) Ex.: Art. 1º A locação de imóvel urbano regula-se pelo disposto nesta Lei. Parágrafo único. Continuam regulados pelo Código Civil e pelas leis especiais: a) as locações: 1. de imóveis de propriedade da União, dos Estados dos Municípios, de suas autarquias e fundações públicas; 2. de vagas autônomas de garagem ou de espaços para estacionamento de veículos; 3. de espaços destinados à publicidade.
  • 11. 2. Separar orações coordenadas muito extensas ou que já possuam vírgula Ex.: “Às vezes, também a gente tem o consolo de saber que alguma coisa que se disse por acaso ajudou alguém a se reconciliar consigo mesmo ou com a sua vida; sonhar um pouco, a sentir uma vontade de fazer coisa boa.” (Rubem Braga) OBS.: Pode vir ainda substituindo a vírgula, a fim de se ter uma pausa um pouco mais longa. Isso acontece antes das conjunções adversativas (contudo, mas, porém, entretanto, todavia): 1. Quero sair mais com você; pois um casal precisa ter boas amizades. 2. Amanhã é dia de prova; porém não comecei a estudar ainda.
  • 12. DOIS PONTOS (:) São usados : 1. Para iniciar uma enumeração: Ex.: A mulher foi à feira e levou: dinheiro, uma sacola, cartão de crédito, um porta-níquel, e uma luva. Uma luva? 2.Antes de uma citação: Ex.:A respeito de fazer o bem aos outros, Confúcio disse certa vez: “O ver o bem e não fazê-lo é sinal de covardia.” 3.Quando se quer esclarecer algo: Ex.: Ele conquistou o que tanto desejava: uma vaga no TRT de Brasília. 4. Após as palavras: exemplo, observação, nota, importante, etc. Ex.: Exemplos: a) Importante: Não se esqueça de colocar hífen na palavra ponto-e-vírgula. b) Observação: o ponto de interrogação pode indicar surpresa: Mesmo?
  • 13. BIBILIOGRAFIA  Estudos de redação – Tufano, Douglas, Ed. Moderna, São Paulo, 1990  http://www.brasilescola.com/gramatica/doispontos.htm  http://www.brasilescola.com/gramatica/os-pontos.htm  http://www.brasilescola.com/gramatica/pontoevirgula. htm  http://www.portugues.com.br/gramatica/pontuacao/  http://gmmmz.blogspot.com.br/2011/10/fonte- http4.html  http://www.youtube.com/watch?v=wbS65XwRJ34
    Please download to view
  • All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
    ...

    Pontuação

    by janaina-moraes-vieira

    on

    Report

    Category:

    Documents

    Download: 0

    Comment: 0

    779

    views

    Comments

    Description

    Download Pontuação

    Transcript

    • 1. PONTUAÇÃO JANAINA MORAES
  • 2. QUESTÃO DE PONTUAÇÃO Todo mundo aceita que ao homem Cabe pontuar a própria vida: Que viva em ponto de exclamação (dizem: tem alma dionisíaca); Viva em ponto de interrogação (foi filosofia, ora é poesia); Viva equilibrando-se entre vírgulas E sem pontuação (na política); O homem só não aceita do homem Que use a só pontuação fatal: Que use na frase que ele vive, O inevitável ponto final. João Cabral de Melo Neto
  • 3. A língua falada possui a pausa , a entonação, a altura de voz, entre outros para contribuir para a construção da mensagem. Na língua escrita, esses recursos não podem ser utilizados e para substituí-los, embora de forma imperfeita, são usados os sinais de pontuação.
  • 4. PONTO (.) Emprega-se o ponto para: 1. Encerrar frase declarativa. Ex.: Não quero saber de conversa. 2. Encerrar frase imperativa. Ex.: Pegue esse anel para mim. 3. Marcar a abreviatura. Ex.: Obs. (observação), Mat. (matemática), Port. (português).
  • 5. PONTO DE EXCLAMAÇÃO (!) É usado : 1. Nas frases exclamativas, isto é, aquelas que indicam surpresa, medo, alegria , espanto, etc... Ex.: Isso é muito interessante! Não podemos continuar assim! 2. Após verbos imperativos. Ex.: Vá embora! 3. Depois de interjeições e locuções interjeitivas. Ex.: Ah! Ufa! Uau! Nossa! Beleza! Minha nossa! Que bom! Que pena! Sei demais!
  • 6. PONTO DE INTERROGAÇÃO (?) É usado: 1. Em frases interrogativas, isto é , em perguntas diretas. Ex.: Você não quer jantar? Por que o país não enxerga os miseráveis? Não vou não, por quê? 2. Pode ser usado junto com o ponto de exclamação para indicar um grande admiração ou surpresa. Ex.: Eu?! Tem certeza?
  • 7. VÍRGULA (,) É usada para : 1. Destacar elementos intercalados como a conjunção e um adjunto adverbial. Ex.: Choveu muito, o chão está, pois, molhado. Estes rapazes, sem dúvida, devem ser transferidos para outra turma. 2. Separar o aposto. Ex.: Marcos, o capitão do time, foi o primeiro a entrar em campo 3. Separar elementos repetidos. Ex.: Aquela senhora tinha o corpo magrinho, magrinho.
  • 8. 4. Destacar o adjunto adverbial que venha no início da frase. Ex.: No final das aulas, os alunos saíram apressadamente. 5. Destacar os pleonasmos antecipados ao verbo. Ex.: Os meninos, eu os vi no jardim. 6. Isolar o vocativo Ex.: Professor, posso sair mais cedo? 6. Separar itens de uma enumeração ( termos que exercem a mesma função sintática). Ex.: João, Pedro e Antônio chegaram muito tarde. 7. Separar, nas datas, o nome do lugar. Ex.: Cabo Frio, 1º de maio de 2013. 8. Indicar a supressão de uma palavra subentendida. Ex.: Todos os convidados chegaram cedo; com eles, o diretor da empresa. (o verbo chegar está subentendido na 2ªoração)
  • 9. 9. Separar orações coordenadas . Ex. Vim, vi e venci. Estudou bastante, mas não conseguiu aprovação. OBS. : Separam-se por vírgulas as orações coordenadas iniciadas por “e” quando a conjunção vier repetida. Ex.: As crianças gritaram, e choraram, e reclamaram.... 10. Isolar as orações intercaladas Ex.: É preciso muita ordem, dizia ele, para chegarmos a alguma conclusão. 11. Para separar as orações subordinadas quando vem antes da principal. Ex.: Quando a saímos, a chuva já tinha começado. 12. Isolar as orações adjetivas explicativas. Ex.: O velho capitão, que ainda era forte, recebeu-nos com entusiasmo.
  • 10. PONTO E VÍRGULA (;) É usado para: 1. Separar os itens de uma enumeração (comuns em leis) Ex.: Art. 1º A locação de imóvel urbano regula-se pelo disposto nesta Lei. Parágrafo único. Continuam regulados pelo Código Civil e pelas leis especiais: a) as locações: 1. de imóveis de propriedade da União, dos Estados dos Municípios, de suas autarquias e fundações públicas; 2. de vagas autônomas de garagem ou de espaços para estacionamento de veículos; 3. de espaços destinados à publicidade.
  • 11. 2. Separar orações coordenadas muito extensas ou que já possuam vírgula Ex.: “Às vezes, também a gente tem o consolo de saber que alguma coisa que se disse por acaso ajudou alguém a se reconciliar consigo mesmo ou com a sua vida; sonhar um pouco, a sentir uma vontade de fazer coisa boa.” (Rubem Braga) OBS.: Pode vir ainda substituindo a vírgula, a fim de se ter uma pausa um pouco mais longa. Isso acontece antes das conjunções adversativas (contudo, mas, porém, entretanto, todavia): 1. Quero sair mais com você; pois um casal precisa ter boas amizades. 2. Amanhã é dia de prova; porém não comecei a estudar ainda.
  • 12. DOIS PONTOS (:) São usados : 1. Para iniciar uma enumeração: Ex.: A mulher foi à feira e levou: dinheiro, uma sacola, cartão de crédito, um porta-níquel, e uma luva. Uma luva? 2.Antes de uma citação: Ex.:A respeito de fazer o bem aos outros, Confúcio disse certa vez: “O ver o bem e não fazê-lo é sinal de covardia.” 3.Quando se quer esclarecer algo: Ex.: Ele conquistou o que tanto desejava: uma vaga no TRT de Brasília. 4. Após as palavras: exemplo, observação, nota, importante, etc. Ex.: Exemplos: a) Importante: Não se esqueça de colocar hífen na palavra ponto-e-vírgula. b) Observação: o ponto de interrogação pode indicar surpresa: Mesmo?
  • 13. BIBILIOGRAFIA  Estudos de redação – Tufano, Douglas, Ed. Moderna, São Paulo, 1990  http://www.brasilescola.com/gramatica/doispontos.htm  http://www.brasilescola.com/gramatica/os-pontos.htm  http://www.brasilescola.com/gramatica/pontoevirgula. htm  http://www.portugues.com.br/gramatica/pontuacao/  http://gmmmz.blogspot.com.br/2011/10/fonte- http4.html  http://www.youtube.com/watch?v=wbS65XwRJ34
  • Fly UP