...

modelo relatório

by claderci-junior

on

Report

Category:

Documents

Download: 0

Comment: 0

37,890

views

Comments

Description

Download modelo relatório

Transcript

  • www.unifeb.edu.br PLANO DE ENSINO - QUÍMICA GERAL E EXPERIMENTAL I 1º TERMO ENGENHARIA DE ALIMENTOS Profª. Msc. Ana Leonor Santos Junqueira Franco 7. RELATÓRIO - MODELO Uma composição qualquer deve conter sempre as seguintes partes - Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. O relatório da disciplina Química Geral e Experimental deverá conter os seguintes pontos: 1. TÍTULO: corresponde ao nome do experimento realizado, número e data em que foi realizado. 2. OBJETIVO: Frase sucinta que indica o principal objetivo da experiência 3. RESUMO: Texto de no máximo cinco linhas de tudo o que foi feito, inclusive dos resultados alcançados. 4. INTRODUÇÃO: Descrição de toda teoria necessária ao entendimento da prática e da discussão dos resultados. Deve ser uma síntese própria dos vários livros e artigos consultados. Evite rodeios. O objetivo do trabalho deve aparecer no último parágrafo da introdução, podendo ficar separado desta para maior destaque. 5. MATERIAIS E MÉTODOS: O item Materiais e Métodos é uma descrição completa da metodologia utilizada, que permite a compreensão e interpretação dos resultados, bem como a reprodução do experimento por outros alunos. Portanto, este item deve ser dividido em três partes: 5.1) Materiais Utilizados: apresentação de todos os materiais, vidrarias e equipamentos utilizados na realização do experimento, exceto reagentes, na forma de itens. Exemplo: 1) Tubo de ensaio 2) Béquer de 200 mL 3) Béquer de 50 mL 4) Bomba de vácuo 5) Bico de Bunsen 6) Centrífuga, etc... 5.2) Reagentes Utilizados: todos os reagentes utilizados na realização do experimento. Exemplo: 1) Solução aquosa de hidróxido de sódio (NaOH) 0,1 mol/L 2) Sulfato de cobre pentahidratado (CuSO .5H O) 4 2 3) Água destilada (H O) 2 4) Álcool etílico anidro (CH CH OH). 3 2 5.3) Procedimento Experimental: consiste em descrever, detalhadamente, o procedimento executado (incluindo-se modificações que tenham sido feitas no decorrer do experimento em relação ao procedimento originalmente proposto) para a realização do experimento. Neste item, não devem constar quaisquer observações experimentais, pois, as mesmas fazem parte dos Resultados e Discussão. Use o tempo verbal de maneira apropriada e impessoal (determinou-se, transferiu-se, coletou-se). Apresentar nesse item um esquema (desenho) da montagem experimental em funcionamento.
  • www.unifeb.edu.br PLANO DE ENSINO - QUÍMICA GERAL E EXPERIMENTAL I 1º TERMO ENGENHARIA DE ALIMENTOS Profª. Msc. Ana Leonor Santos Junqueira Franco 6. RESULTADOS E DISCUSSÃO: Esta é a parte mais importante do relatório e descreve os principais resultados obtidos em aula, na seqüência em que o procedimento foi realizado. Neste item são apresentados os resultados de forma objetiva e lógica, acompanhados de uma análise crítica dos mesmos, com base nos conceitos químicos envolvidos. Devem-se incluir com clareza todos os cálculos efetuados e os resultados obtidos podem ser apresentados na forma de tabelas ou gráficos, de modo a comunicar melhor a mensagem. Compare os resultados obtidos com o que era esperado com base na teoria (descrita na Introdução) ou em resultados já publicados. Se os resultados diferem do que era esperado, na discussão deve-se procurar explicar porque, refletindo sobre possíveis fontes de erro. Indique sempre as unidades usadas nas medidas. Discuta (explique) cada observação experimental (mudança de cor, aquecimento, turvação, etc.) e os resultados obtidos (massa final, rendimento, ponto de fusão, etc.). Analise as fontes de erros, a exatidão e precisão da análise, sempre que possível compare com a literatura ou com informações sobre a amostra. A discussão é a parte do relatório que exige maior maturidade do aluno. 7. CONCLUSÃO: Síntese pessoal (do grupo) sobre as conclusões alcançadas com o trabalho. Enumere os resultados mais significativos do trabalho. Não apresente nenhuma conclusão que não seja fruto de discussão do seu grupo. 8. REFERÊNCIAS: Livros e artigos usados para escrever o relatório, bem como endereços eletrônicos. Devem ser indicados cada vez que forem utilizados, seguindo-se as regras da ABNT. NORMAS GERAIS DE ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO O relatório deverá ser apresentado em folhas de papel formato A4, digitado, seguindo as seguintes recomendações:  Corpo da letra tamanho 12, em TIMES NEW ROMAN, espaço 1,5 entre linhas;  Partes que compõem o relatório, destacados com negrito, maiúsculas e em tamanho (12).  Utilizar apenas uma lauda para impressão;  Margens: esquerda de 3 cm, superior: 3 cm, direita: 2 cm e inferior: 2 cm, parágrafo: 3,0 cm, na formatação da página.  Utilizar a seguinte capa para modelo de relatório:
  • www.unifeb.edu.br PLANO DE ENSINO - QUÍMICA GERAL E EXPERIMENTAL I 1º TERMO ENGENHARIA DE ALIMENTOS Profª. Msc. Ana Leonor Santos Junqueira Franco www.unifeb.edu.br Nome do Curso LABORATÓRIO RELATÓRIO Disciplina: Química Experimental Professora: Data da Experiência: Experiência: Turma: Data da Entrega: Nome dos Componentes do Grupo Nº Nota BARRETOS 1º SEMESTRE/2009
  • www.unifeb.edu.br PLANO DE ENSINO - QUÍMICA GERAL E EXPERIMENTAL I 1º TERMO ENGENHARIA DE ALIMENTOS Profª. Msc. Ana Leonor Santos Junqueira Franco  O esquema da aparelhagem utilizada durante o experimento deve ser enumerado conforme o exemplo: FIGURA 1: Picnômetro FIGURA 2: Dessecador  A apresentação das tabelas com dados experimentais obtidos ou relacionados da literatura, devem ter a seguinte formatação: TABELA 1: Amostras analisadas Amostra Volume (mL) Densidade (g/mL) 1 15,00 1,24 2 23,50 0,89 3 27,60 2,45 4 34,70 1,04  As ilustrações de qualquer tipo devem ser enumeradas, identificadas e inseridas o mais próximo possível do texto, conforme modelo: Figura 1 - Proibido fumar  FALAR SOBRE TABELAS  FALAR SOBRE REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
  • www.unifeb.edu.br PLANO DE ENSINO - QUÍMICA GERAL E EXPERIMENTAL I 1º TERMO ENGENHARIA DE ALIMENTOS Profª. Msc. Ana Leonor Santos Junqueira Franco Na correç ão de cada relatório ser á considerada a distribuição de nota apresentada a seguir: DISTRIBUIÇÃO DE PONTUAÇÃO DO RELATÓRIO Seção Aspectos Avaliados Pontuação Apresentação Estética na apresentação do relatório. 0,5 Capa Com todas as informações importantes. 0,5 Resumo Conforme explicitado no roteiro de relatório. 1,0 Introdução Fundamentação teórica de todos os assuntos envolvidos na prática com referências bibliográficas consultadas. 1,5 Objetivo Expresso de forma clara 0,5 Parte Experimental i) Materiais e Reagentes: lista completa com as respectivas especificações dos materiais (marca, modelo, etc.) e reagentes (marca, grau de pureza, etc.) utilizados na prática. ii) Procedimento: texto compreensivo do trabalho desenvolvido de modo que possa ser reproduzido por outra pessoa. Montagem experimental. 0,5 1,0 Resultados e Discussão Apresentação de texto explicativo introdutório precedendo a apresentação dos resultados experimentais, que, quando pertinente, deve ser apresentado na forma de tabelas e gráficos. 2,0 Conclusão Conforme explicitado no roteiro de relatório. 1,0 Referências Conforme explicitado no roteiro de relatório. 1,5 Será considerado motivo para perda de pontuação: texto em seção inapropriada, erro gramatical, colocação incorreta de identificação de tabelas e figuras, apresentação de medidas sem a respectiva unidade, utilização inadequada de algarismos significativos, a falta de indicação de referências bibliográficas ou sua indicação incorreta.
  • www.unifeb.edu.br PLANO DE ENSINO - QUÍMICA GERAL E EXPERIMENTAL I 1º TERMO ENGENHARIA DE ALIMENTOS Profª. Msc. Ana Leonor Santos Junqueira Franco Competências e Habilidades que serão exigidas do aluno de Química Geral Experimental (Parecer nº:CNE/CES 1.303/2001, aprovado em: 06/11/2001). A) Com relação à formação pessoal  Possuir domínio das técnicas básicas de utilização de laboratórios, bem como dos procedimentos necessários de primeiros socorros, nos casos dos acidentes mais comuns em laboratórios de Química.  Saber trabalhar em equipe e ter uma boa compreensão das diversas etapas que compõem uma pesquisa.  Ter interesse no auto-aperfeiçoamento contínuo, curiosidade e capacidade para estudos extra-curriculares individuais ou em grupo, espírito investigativo, criatividade e iniciativa na busca de soluções para questões individuais e coletivas relacionadas a Química. B) Com relação à compreensão da Química  Compreender os conceitos, leis e princípios da Química.  Acompanhar e compreender os avanços científico-tecnológicos. C) Com relação à busca de informação e à comunicação e expressão  Saber identificar e fazer busca nas fontes de informações relevantes para a Química, inclusive as disponíveis nas modalidades eletrônica e remota, que possibilitem a contínua atualização técnica e científica.  Ler, compreender e interpretar os textos científico-tecnológicos em idioma pátrio e inglês.  Saber interpretar e utilizar as diferentes formas de representação (tabelas, gráficos, símbolos, expressões, etc.).  Saber escrever e avaliar criticamente os materiais didáticos, como livros, apostilas, "kits", modelos, programas computacionais e materiais alternativos.  Demonstrar bom relacionamento interpessoal e saber comunicar corretamente os projetos e resultados de pesquisa (textos, relatórios, pareceres, laudos, "posters", internet, etc.) em idioma pátrio. Página 1 Página 2 Página 3 Página 4 Página 5 Página 6
Fly UP